quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

'Não sou mais pontífice, mas um peregrino a mais', diz Bento XVI




Papa chega à sacada de Castel Gandolfo, último ato público do pontificado
A despedida do Papa

Papa chega à sacada de Castel Gandolfo, último ato público do pontificado
Cidade do Vaticano, 28 fev (EFE).- O papa Bento XVI afirmou nesta quinta-feira em discurso aos fiéis reunidos na praça de Castel Gandolfo, após deixar o Vaticano e em seu último ato público como líder da Igreja Católica, que já não é 'mais pontífice, mas um peregrino a mais'.
O pontífice, que chegou de helicóptero a Castel Gandolfo, cumprimentou os milhares de fiéis que lhe esperavam diante do Palácio Apostólico onde viverá em sua nova etapa como papa emérito.
'Estou muito feliz por estar aqui entre vocês, cercado da natureza e de vossa simpatia, pela qual agradeço, assim como por vossa amizade', disse o papa em meio a uma forte ovação e cânticos de 'viva o papa' e 'Bento, Bento'.
O Bispo de Roma ressaltou que hoje, o último dia de seu pontificado, é 'diferente dos anteriores'.
'Não serei mais o sumo pontífice da Igreja Católica às 20h (locais; 16h de Brasília). Serei um simples peregrino, que inicia a última etapa de sua peregrinação nesta terra', acrescentou o papa alemão, que teve um pequeno lapsus linguae (de idiomas) ao falar em italiano, improvisando.
'Quero continuar trabalhando com o coração, com meu amor, minha prece e minhas reflexões, pelo bem da Igreja e o bem comum da humanidade', afirmou.
Seu breve discurso foi interrompido em várias ocasiões pelos presentes, e muitos deles não puderam conter a emoção e começaram a chorar, sabedores de que era o último ato público de Bento XVI.

Vivaldo critica João Maia e Nelter e anuncia saída do PR



Vivaldo Costa: "João Maia é vaidoso e arrogante"

  O clima não anda nada bom no Partido da República no Rio Grande do Norte. Dias depois de o deputado Kelps Lima ingressar na Justiça Eleitoral com pedido de autorização para deixar a legenda, o também deputado estadual Vivaldo Costa afirmou que pretende fazer o mesmo nos próximos dias.

Ao contrário de Kelps Lima, que alegou razões de ordem pessoal e técnica para deixar o PR, mas negou-se a revelar antes que o partido se pronuncie sobre seu pedido, o deputado e ex-governador Vivaldo Costa soltou o verbo.

“João Maia me passou um carão público por eu ter afirmado que a governadora Rosalba Ciarlini não precisa do PMDB e que os peemedebistas mais atrapalham do que ajudam o governo”, desabafou o parlamentar seridoense. “João Maia também disse que me desautoriza a falar em seu nome. Na verdade, eu não preciso de autorização porque nunca falei em nome de João Maia. Sempre falei em meu nome e em nome dos 38.600 eleitores que votaram em mim”.

Vivaldo Costa argumentou que tem 40 anos de vida pública, 11 mandatos eletivos e é um político limpo, decente e respeitado em todo o Rio Grande do Norte. Disse também que o deputado federal João Maia, presidente estadual da legenda, “foi muito vaidoso e arrogante”.

Quanto às críticas feitas ao PMDB, o ex-governador reiterou o conteúdo que irritou João Maia e o deputado peemedebista Nelter Queiroz. “O PMDB é um partido incoerente. Participa do governo mas não tem compromisso com o governo Rosalba Ciarlini. A governadora é candidata natural do sistema à reeleição”, declarou.

Nelter Queiroz também não foi poupado pelo político seridoense: “Nelter disse que sou um político arcaico e que jogo sujo. O Rio Grande do Norte me conhece e me respeita. O Rio Grande do Norte também conhece a história de Nelter. Eu digo a ele que vá cuidar de Jucurutu, onde ele e família mandam há 40 anos e tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Seridó”, disparou o parlamentar.

Vivaldo Costa revelou ao defato.com que vai ingressar com o pedido de desfiliação do PR onde se sente “oprimido”. Disse, ainda, ter ouvido do próprio João Maia que não criará obstáculos à sua saída.

* Por Gerson de Castro - De Fato.com

Humorista Pedro Manso - O Fala Silva do Show do Tom - se apresentará em Mossoró


Um dos humoristas que mais tem se destacado na TV brasileira, Pedro Manso - o "Fala Silva" do Show do Tom da TV Record - irá se apresentar em Mossoró em Março vindouro.

Será no dia 14/03, no teatro Dix-Huit Rosado em única sessão.

Pedro Manso ficou famoso em todo o país pelas inúmeras imitações que faz de artistas da Tv. Principalmente, do apresentador Fausto Silva, onde caracterizou-se pela ênfase que dá a bordões como: "ÔH Lôko Meu!" e "EEIIIITAA!"

No show que é denominado "Fala Silva e Seus Convidados", Pedro Manso conta causos, piadas, canta e recebe os convidados nas imitações de: Tim Maia, Netinho de Paula, Leonardo, Fagner, Reginaldo Rossi, Roberto Carlos, Pelé, Silvio Santos, Ronaldo e muito mais.

Compõem ainda o repertório de imitações as caracterizações e paródias de programas e jornais de sucesso da TV: Clodovil e Eufrásia; Cid Moreira e o "Fantástico"; Sérgio Chapelen; Datena e o "Brasília Urgente"; Marcelo Resende" e o "Cidade Aberta"; além de "FHC com Lula e Brizola".

Lembre-se: em março, em Mossoró: "NÃO PERDAM!!"

Rosalba não disputará o Governo do Estado

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) poderá desistir da reeleição e apoiar um peemedebista para o governo do Estado. Este teria sido o principal argumento da governadora para convencer o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), e o ministro Garibaldi Filho (PMDB), a não romperem com o governo. Em troca do apoio dela a um peemedebista, o PMDB apoiaria Rosalba para o Senado, devolvendo a ela o mandato que já foi dela e que hoje pertence ao senador Garibaldi Alves (PMDB), pai do ministro da Previdência.

Essa foi a grande cartada de Rosalba e Carlos Augusto para esfriar o ímpeto de rompimento dos peemedebistas, que, pressionados pela aliança nacional do PMDB com o PT, caminhavam – ou caminham – para um afastamento político do DEM potiguar. Fato tão forte este de admitir abrir mão de disputar o governo e apoiar um peemedebista, que fez com que Garibaldi refluísse da entrega dos cargos que tem no governo, conforme ele mesmo propôs na reunião da última segunda-feira.

No entanto, Rosalba só não será candidata se a reeleição dela for inviável, conforme apontam as tendências constatadas em pesquisas recentes. Neste caso, a prioridade seria ela apoiar Garibaldi para o governo. Este, duas vezes governador, disse não ter interesse. O segundo da fila seria o presidente da Câmara, Henrique Alves, que analisaria o momento. Por fim, não sendo Garibaldi ou Henrique, Rosalba apoiaria o deputado estadual Walter Alves (PMDB). Em toas as hipóteses, Rosalba seria candidata ao Senado.

Em troca, o PMDB assume o compromisso de ajudar o governo Rosalba a se recuperar do desgaste administrativo. Assim, Henrique e Garibaldi vão atuar em Brasília, junto ao governo do PT, para viabilizar Rosalba, com obras federais, emendas parlamentares e convênios com os ministérios.

*Fonte:  O Jornal de Hoje 

NOTA DO BLOG: Não acredito!

Renúncia do Papa


RIO - No último dia como chefe da Igreja, o Papa Bento XVI se reuniu com cardeais no Vaticano para o tradicional ritual de "beija-mão". No final da tarde desta sexta-feira, o religioso se despede da liderança da Igreja Católica, após anunciar sua renúncia em meados de fevereiro. No evento, ele conversou com colegas, sorriu em vários momentos e prometeu incondicional obediência ao próximo Papa e desejou que o religioso seja iluminado.

 - Continuarei com vocês nos próximos dias. Prometo desde já minha incondicional obediência e reverência ao futuro Papa. Que o senhor mostra aquele que Ele deseja - afirmou o Papa Bento XVI.
Na introdução da cerimônia, o cardeal Angelo Sodano agradeceu o empenho do Pontífice pelo bem da Igreja e disse que "cumpriu-se um tempo de Deus".
- Gostaria de agradecer, as mesmas palavras comoventes que expressou ao povo sua Vossa Santidade, e que hoje se prepara para nos deixar. Cumpriu-se um tempo de Deus, com o advento de novos céus e novas terras, revivendo a experiência dos discípulos - afirmou Sodano.

A maior parte dos cardeais presentes no evento chegou recentemente ao Vaticano para participar do conclave que vai eleger o sucessor de Bento XVI. A cerimônia ainda não tem data marcada, mas deve ser iniciada na primeira metade do mês de março.

Após cumprimentar os cardeais, o Pontífice deve retornar a seu apartamento para preparar sua viagem a Castelgandolfo, residência de verão dos Papas católicos região do Lácio, na Itália. Ele permanecerá no local por dois meses e depois deve se mudar para um convento de clausura.

Fonte:  www.oglobo.com

Potiguar se beneficia da derrota do Baraúnas e fica com a vaga da Copa do Brasil 2014


Foto: Cézar Alves

Zagueiro do Alecrim sobe só e cabeceia sem chances para o goleiro Roberto
Foi sofrido, mas o Potiguar conseguiu a vaga da Copa do Brasil 2014, ao empatar com o Alecrim na noite desta quarta-feira (27) no Estádio Nogueirão, em Mossoró. O alvirrubro foi a 24 pontos e acabou beneficiado com a derrota do Baraúnas para o Palmeira, em Goianinha. Com isso, o rival do Potiguar parou nos 23 pontos.
A rodada foi decisiva também na parte de baixo da tabela. O Potyguar de Currais, que perdeu para o Assu, por 2 a 1, foi rebaixado para a segunda divisão do Estadual 2014, enquanto Palmeira se livrou da degola ao vencer o Baraúnas de virada por 2 a 1.
Completando a rodada, o Santa Cruz comprovou a sua superioridade na competição ao vencer o Corintians por 3 a 1 e terminou a primeira fase do Campeonato Estadual com 30 pontos. O Santa Cruz já havia conquistado a vaga da Copa do Brasil 2013 com antecedência.

O JOGO
O Potiguar jogou um futebol de muita força, mas de pouca inspiração. Correu muito, marcou muito, porém, criou pouco. Com isso, não foi uma ameaça ao Alecrim, que mesmo com dois jogadores expulsos e outros seis pendurados com cartões amarelos, soube segurar o jogo e sair de campo com o empate em 1 a 1.
No primeiro tempo, as duas equipes não jogaram bom futebol e partiram para o jogo nervoso, em algum momento violento. Os atacantes não conseguiam sequer ser acionados. Mas, numa jogada isolada e de pura felicidade, o apoiador Daniel acertou um belo chute de fora da área para fazer o gol do Potiguar. O goleiro Rodrigues ainda pulou, sem sucesso.
Foto: Cézar Alves

Daniel comemora o belo gol que fez com chute colocado de fora da área
No segundo tempo, o árbitro Ítalo Medeiros, com péssima atuação, deu uma de juiz “caseiro” e acabou beneficiando o Potiguar ao expulsar dois jogadores do Alecrim (Diego e Alan). Mesmo com dois jogadores a mais, o alvirrubro mossoroense continuou sem ameaçar o gol adversário, muito menos fazer um bom futebol. Nem o habilidoso Vaninho conseguiu criar alguma coisa.
Para comprovar o pouco futebol do Potiguar, o castigo veio no final do jogo com o empate do Alecrim. O gol foi marcado pelo zagueiro Bruno Recife, de cabeça, aproveitando falha da atabalhoada zaga alvirrubra.
NOTA TRISTE

O técnico Pedrinho Albuquerque, do Alecrim, entregou uma lata de refrigerante ao árbitro reserva, denunciando que foi agredido pela torcida do Potiguar. O técnico, inclusive, saiu do estádio dizendo que iria a uma Delegacia de Polícia para fazer um Boletim de Ocorrência (BO).
Se comprovado, o time mossoroense poderá sofrer punição na segunda fase do Campeonato Estadual, caso seja condenado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD).
Foto: Cézar Alves

Torcedores comemoram com os jogadores a classificação do Potiguar para a Copa do Brasil em 2014

FICHA TÉCNICA
Jogo: Potiguar 1 X 1 Alecrim
Local: Estádio Nogueirão, em Mossoró
Gols: Daniel (Potiguar); Bruno Recife (Alecrim)
Renda e Público: Não divulgados
Potiguar: Roberto; Fernando, Paulo Ricardo, Genilson e Fagner; Lima, Magno, Daniel (Carlos Alberto)  e Vaninho; Robertinho (Radamis)  e André. Tec. Samuel Cândido.
Alecrim: Rodrigues; Maneco, Bruno Recife, Robson (Alan) e Diego; Pedro Ivo, Ruy e Miller; Rico (Robertinho), William Carioca e Renan Marques. Tec. Pedrinho Albuquerque.