BANNER 1


As articulações do prefeito Carlos Eduardo para a formação de sua bancada de apoio na Câmara Municipal  surtiu o primeiro efeito na sessão desta terça (26).
Com 23 votos a favor e seis contra, os vereadores mantiveram seus vetos às emendas do ex-vereador Luís Carlos (PMDB)  que diminui a receita destinada à publicidade pela Prefeitura da capital dos magos-pagantes..
Sessão comandada pelo presidente da Casa, que está unha e cutícula com a Gestão Carlista: Albert Dickson (PP).
Votação única e secreta, mas declararam voto favorável os vereadores Júlio Protásio (PSB), Júlia Arruda(PSB), Aquino Neto(PV), Luís Almir(PV), Dagô (DEM), Maurício Gurgel(PHS), George Câmara(PC do B), Aroldo Alves (PSDB), Felipe Alves(PMDB) e Hugo Manso(PT).
Contrários que manifestaram abertamente: Marcos Antonio (PSOL) e Amanda Gurgel (PSTU).

Argumento de Júlio Protásio: “O orçamento da Comunicação já foi reduzido de 13 para 9 milhões. Desses recursos restantes não é possível votarmos pela retirada de mais 3 milhões, pois isso inviabilizaria a atividade publicitária do executivo municipal, totalizando a perda de mais de 30% do orçamento da secretaria”.
Na segunda votação, os edis decidiram pela derrubada do veto à emenda que dispõe sobre a destinação de 30% dos recursos de publicidade para campanhas educativas, com 24 vereadores contrários ao veto e dois a favor.
Declararam voto contrário ao veto: Jacó Jácome (PMN), Fernando Lucena (PT) e Eleika Bezerra (PSDC).

* Fonte: Abelhinha.com

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem