quinta-feira, 30 de abril de 2015

Prazo para desocupação das calçadas é prorrogado

  • O prazo para desocupação das calçadas do Centro da cidade foi prorrogado até o dia 7 de maio. A alteração nas dadas foi feita atendendo ao pedido do presidente da Câmara de Vereadores, Jório Nogueira, e dos representantes da Associação dos Ambulantes.
    Segundo eles, no próximo dia 6, os ambulantes terão uma última audiência no Ministério Público na tentativa de reverter a decisão. Caso o órgão não mude a decisão, será cumprida a ordem judicial vigente, que é a retirada dos ambulantes das vias.
    Segundo o secretário interino de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Luiz Antônio, o Município está pagando multas diárias mas, mesmo assim, tem optado por fazer acordos com os ambulantes.
    “Estamos dando todo o suporte a eles. No caso de retirada, vamos auxiliá-los com caminhões, material humano e outros meios necessários”, explicou o secretário.

Renan diz que é ‘uma coisa ridícula’ Dilma ‘não poder falar no dia 1º’

Para o presidente do Senado, ‘panelas precisam se manifestar’ na democracia

Renan Calheiros propõe pacto pela criação de empregos (Foto:  Marcos Oliveira / Agência Senado)

Peemedebista anunciou que irá propor pacto pela criação de empregos

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quinta-feira (30) ser “uma coisa ridícula” a presidente Dilma Rousseff não poder fazer pronunciamento em cadeia de rádio e TV nesta sexta (1º), no feriado do Dia do Trabalho, por não ter “o que dizer” aos trabalhadores. O peemedebista anunciou que irá propor ao governo federal um pacto para a criação e manutenção do emprego no país.
Nesta quarta (29), o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, afirmou que, em vez de fazer o tradicional pronunciamento do dia 1º de maio, a presidente divulgará vídeos nas redes sociais como forma de se manifestar sobre o Dia do Trabalho.
“O governo não tem agenda, não tem iniciativa, há um vazio evidente que fragiliza o governo. […] Essa coisa da presidente da República não poder falar no dia 1º porque não tem o que dizer é uma coisa ridícula. Isso enfraquece o governo”, afirmou Renan.
Essa coisa da presidente da República não poder falar no dia 1º porque não tem o que dizer é uma coisa ridícula. Isso enfraquece o governo”
Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado
Esta será a primeira vez, desde que assumiu o comando do país, em 2011, que Dilma não fará um pronunciamento em cadeia de rádio e TV no feriado do trabalhador. No entanto, o titular da Comunicação Social negou que o motivo da decisão seja evitar um panelaço de protesto contra o governo, como o do último dia 8 de março, quando Dilma se manifestou sobre o Dia Internacional da Mulher.
Fonte: www.g1.com.br

Governo do Estado anula os psicotestes que reprovaram concursados da Polícia Militar


A comissão dos aprovados do concurso da Polícia Militar, insatisfeitos com a reprovação dos 489 no psicoteste, tiveram uma boa notícia do Governo do Estado esta manhã desta quinta-feira (30):

O governador Robinson Faria (PSD) anunciou, em audiência com a categoria, que serão anulados os psicotestes que reprovaram os concursados e será nomeada uma nova Comissão de Saúde que vai avaliar todos os recursos que questionavam a legalidade esses testes, não previstos no Edital do Concurso de 2005.

A audiência contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira e os deputados estaduais, Fernando Mineiro, Márcia Maia, Disson Lisboa, Getúlio Rego e Albert Dickson. "Vamos avaliar todos os recursos. O Governo sempre demonstrou a maior boa vontade para resolver esse impasse e vamos cumprir com o que está previsto no Edital. A implantação de uma nova Comissão anula o resultado anterior e os concursados terão o direito de serem reavaliados a partir dos recursos impetrados", afirmou Robinson Faria.

O impasse girou em torno do fato de que dos 824 concursados, 489 foram reprovados por conta do psicoteste. Entretanto, esse tipo de exame não estava previsto no Edital, no qual só constava o teste psiquiátrico. Com a nova Comissão Técnica de Saúde, que contará com novos membros escoltados do Sistema Estadual de Saúde e o deputado Albert Dickson que é da Comissão de Saúde da ALRN os concursados terão uma nova chance de serem avaliados e, caso a caso, terem a possibilidade de aprovação no tão esperado concurso.

Henrique Alves e Carlos Augusto Rosado afinados

* Do Blog Thaisa Galvão


O ex-primeiro-damo do Rio Grande do Norte, Carlos Augusto Rosado, tem sido visto com uma certa frequência, ao lado do ex-deputado e agora ministro, Henrique Alves.

Carlos estava lá, firme e forte na posse de Henrique no Ministério.
Ontem, lá estava Carlos no Ministério em mais um encontro com o ministro.
O marido da ex-governadora Rosalba Ciarlini tem trabalhado intensamente junto a advogados para reverter a inelegibilidade de Rosalba para viabilizar a candidatura dela à prefeita de Mossoró.
E se conseguir, Henrique é forte candidato a apoiar a candidatura de oposição ao prefeito Francisco Silveira Júnior.
Prova de que a política é dinâmica até demais, já que no processo sucessório do ano passado, Henrique foi apontado como parceiro do senador José Agripino Maia na criação de uma estratégia para atrapalhar a candidatura de Rosalba à reeleição.
E como sempre há tempo para reverter revezes, Henrique e Carlos Augusto parecem bem afinados.

Transporte Público funcionará nos finais de semana e feriados

  • Amanda Nunes
    Fotografia: Raul Pereira

    Representantes da empresa de ônibus Sideral entregaram na manhã desta quinta-feira, 30, ofício ao Município confirmando o funcionamento das linhas de ônibus nos finais de semana e feriados. A Prefeitura, através do secretário de Mobilidade Urbana, Charlejando Rustayne, recebeu os representantes da Sideral e aproveitou para alinhar alguns pontos para garantir a circulação dos ônibus nestes dias. 
    Alguns questionamentos foram levantados pela população depois que a empresa divulgou que a frota não iria mais rodar durante os finais de semana e feriados. No entanto, a empresa já desfez a nota e a população pode esperar o funcionamento normal do transporte público.
     O chefe de Transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana, Ramom Nascimento, disse que a Sideral garantiu a manutenção da frota até que a nova empresa se instale na cidade.
    Segundo o prefeito Francisco José Júnior, a expectativa é que nos próximos 40 dias o município receba 35 novos ônibus, dentro de um contrato emergencial. Até o final do ano, uma nova licitação deve ampliar a frota para 50 ônibus que atuarão em um período de sete anos. 
    O prefeito anunciou ainda a construção de 48 novos abrigos de passageiros na cidade. As estruturas serão erguidas em parceria com o Governo Federal, que já disponibilizou a verba. O processo licitatório para seleção da empresa que executará os serviços já foi concluído e em breve as obras serão iniciadas. 

Jório Nogueira é recebido pelo presidente da Assembleia Legislativa e trata de parceria entre TV Câmara e TV Assembleia

TV Câmara Mossoró encaminha projeto para migrar para canal aberto


IMG-20150430-WA0007
O presidente da Câmara de Vereadores de Mossoró, Jório Nogueira foi recebido, nesta quinta-feira, pelo presidente da Assembleia Legislativa e pelo 1º secretário da casa, deputados estaduais Ezequiel Ferreira e Galeno Torquato. Em pauta, a parceria entre TV Assembleia e TV Câmara Mossoró e também a realização de uma edição da Assembleia Itinerante na cidade de Mossoró. Ambos os pleitos foram levados por Jório Nogueira e atendidos pelos deputados estaduais, que asseguraram apoio e elogiaram iniciativas do legislativo mossoroense.
“Mossoró ganhará muito com esta arrojada iniciativa da TV que dá transparência ao executivo e amplia o conhecimento da população sobre o trabalho do vereador. Merece nossos aplausos e contará com todo o apoio da Assembleia”, destacou Galeno Torquato, louvando a abertura da TV Câmara em Mossoró. Galeno afirmou que apresentará um voto de louvor na Assembleia Legislativa em homenagem à atitude do vereador Jório Nogueira em criar a TV Câmara de Mossoró e trabalhar pela conquista do sinal aberto para a transmissão dos trabalhos legislativos, dando transparência e acesso à população.
Presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira solicitará que os técnicos da TV Assembleia acompanhem e orientem o pleito que aguarda o sinal aberto para a TV Câmara Mossoró. Além disso, vai se reunir com a diretoria da TV Assembleia para programar uma parceria na exibição de conteúdo em programas que sejam do interesse da população mossoroense. “Parabenizamos pela criação da TV Câmara, de quem seremos parceiros. A TV Assembleia está a inteira disposição. Sobre o pedido de Jório para Mossoró sediar a Assembleia Itinerante, vamos estudar com muita atenção”, destacou Ezequiel Ferreira.
O vereador Jório Nogueira informou que os deputados devem se reunir para definir a data da realização da Assembleia Itinerante em Mossoró. Mostrou-se satisfeito com o apoio recebido pelos deputados estaduais no tocante ao aperfeiçoamento da TV Câmara. “Contaremos com mais uma força na nossa luta para conquistar o sinal aberto para as nossas transmissões legislativas. Além de força institucional, eles têm a experiência da bem sucedida TV Assembleia”, disse Jório.

Genivan Vale (PROS) emite Nota de Esclarecimento sobre sua saída do plenário durante AP da Saúide

O vereador Genivan Vale (PROS), através de sua Assessoria, emitiu Nota de Esclarecimento sobre sua saída da Audiência Pública para prestação de contas da saúde municipal. Confira:

Nota de esclarecimento

Durante a audiência pública para prestação de contas da saúde referente ao 1º, 2º e 3º quadrimestres de 2014, realizada na manhã de hoje, 30, na Câmara Municipal de Mossoró (CMM) nos retiramos do Plenário como forma de protesto a uma clara tentativa de tolher a palavra dos vereadores da oposição. A nossa saída foi acompanhada pelos vereadores Tomaz Neto (PDT) e Professor Francisco Carlos (PV).

Quem conhece e acompanha o nosso trabalho, sabe que esta postura não condiz com nossa prática habitual, mas diante da descortesia usada para com o nosso trabalho não tivemos alternativa.

A audiência para a prestação de contas da saúde atende à exigência da Lei Complementar nº 141/2012, que determina que a secretaria Municipal de Saúde faça uma prestação de contas a cada quatro meses. Com a conivência da base governista da Câmara Municipal de Mossoró, a prefeitura passou dois quadrimestres sem apresentar o relatório da prestação de contas ao Legislativo.

Desse modo, a audiência de hoje é referente ao 1º, 2º e 3º quadrimestre do ano passado, ou seja, todo o ano de 2014. Mesmo diante da importância e complexidade do tema, ao questionarmos à Secretária Municipal de Saúde, Leodise Cruz, sobre questões da pasta, fomos praticamente impedidos de externar nossas dúvidas, sob a alegação do horário estendido.

A prestação de contas da saúde municipal é um tema que interessa toda a sociedade, e a audiência pública é o momento propício para que a representante do Executivo possa explicar à população como estão sendo investidos os recursos na área. Nesse contexto, o debate e questionamentos são inevitáveis. A Secretaria de Saúde estava republicanamente respondendo a todos os vereadores, mas a bancada governista quis impedir que os oposicionistas fizessem suas colocações.  

Lamentamos profundamente que na ânsia de defender o governo municipal, alguns parlamentares impeçam que a população tenha acesso ao direito à informação. Infelizmente, o ato da bancada aliada da prefeitura não atingiu apenas os vereadores, mas também usuários que foram impedidos de participar livremente da audiência pública.

Pedimos desculpas à Secretária Municipal de Saúde e aos cidadãos que nos confiaram o voto por termos deixado o Plenário, porém não podemos admitir que situações como esta se repitam sob a alegação de que a audiência está muito longa. Somos pagos para representar a polução e não podemos ficar reféns do horário, temos que ficar o tempo necessário nas audiências públicas até exaurirem todos os questionamentos.  

Atenciosamente,
Genivan Vale

Câmara Municipal de Mossoró realizou nesta quinta-feira (30), audiência pública para prestação de contas da saúde






A Câmara Municipal de Mossoró realizou nesta quinta-feira (30), audiência pública que atende a exigência da Lei Complementar n° 141/2012, a qual determina que a Secretaria da Saúde faça prestação de contas a cada quatro meses.
Em um primeiro momento, a gestão expôs e explicou números referentes ao 1º, 2º e 3º quadrimestres de 2014.
No segundo momento, convidados e vereadores, fizeram questionamentos acerca da saúde pública de Mossoró. Os principais pontos abordados foram: contratação de 50 agentes endemias; ampliação das Estratégias da Saúde da Família; Centro de Especialidades Odontológicas; paralização das cirurgias eletivas; meta da vacinação; atual situação do São Camilo; entre outros.
Em um último momento, a Secretária de Saúde, Leodise Cruz, quando respondeu a cada questionamento levantado, revelou que o município de Mossoró abdicou o direito de receber recursos oriundos do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e, sofre consequências até hoje.
Quanto ao Centro de Especialidades Odontológicas, Leodise, relembrou que o prédio que atendia a população havia sido fechado em outras gestões, mas que os profissionais que prestavam serviço no local, estão atendendo em unidades espalhadas no município de Mossoró.
A secretária, ainda, informou que o município investe em média R$ 3 milhões/ano na UTI Pediátrica, que atende 64 municípios.
A audiência pública, que foi presidida pela vereadora Izabel Montenegro, contou com a participação de Leodise Cruz, Secretária de Saúde do Município de Mossoró; Marleide Cunha, Presidente do Sindicado dos Servidores de Mossoró; Gilberto Pedro Fernandes, Presidente do Conselho Municipal de Saúde; Diego Tobias, Representante da OAB; e dos vereadores: Alex Moacir, Soldado Jadson, Genivan Vale, Francisco Carlos, Vingt-un Neto, Nacízio Silva, Tomaz Neto, Celso Lanches, Flávio Tácito, Manoel Bezerra, Claudionor dos Santos e Alex do Frango.

Os dias ao lado de Canindé Queiroz

No ano em que a GAZETA completa 38 anos, jornalistas que compõem a Redação se uniram no sentido de entrevistar Canindé Queiroz, o homem que tem seu nome marcado na história do jornalismo potiguar.

Por: Iuska Freire, Kalidja Sibéria e Luciana Araújo
Com apoio de toda a Redação
Metódico e observador, ele está presente diariamente na GAZETA DO OESTE, onde acompanha, a seu modo, todo o processo da edição do jornal – Foto Ednilto Neves
Há casos em que a obra supera o criador – A Divina Comédia, de Dante Alighieri, e os poemas gregos Ilíada e Odisseia, de Homero, são exemplos clássicos dessa relação. Outras vezes, criador e criação se fundem de tal forma que é impossível dissociar e medir a importância de um e do outro. Canindé Queiroz e a GAZETA DO OESTE pertencem ao segundo grupo.
No ano em que a GAZETA completa 38 anos, jornalistas que compõem a Redação se uniram no sentido de entrevistar Canindé Queiroz, o homem que tem seu nome marcado na história do jornalismo potiguar. A tarefa é carregada de responsabilidade e nervosismo, afinal não é um entrevistado comum.
Afastado da escrita há mais de 10 anos por problemas de saúde, Canindé não perde certos hábitos. Metódico e observador está presente diariamente na GAZETA DO OESTE, onde acompanha, a seu modo, todo o processo da edição do jornal. A companheira de trabalho, uma Olivetti Studio 45, permanece em seu birô, hoje silenciosa. Mossoró sente falta do bater dessas teclas, ele também revela ter saudades.
Os leitores que acompanhavam seu estilo visionário, certeiro e polêmico demonstram curiosidade em saber como é a rotina de Canindé Queiroz. Nós, que convivemos com ele diariamente, tentaremos revelar parte desses dias ao lado de Canindé.
Sentado em sua cadeira de balanço, vestindo a tradicional camisa polo branca e a calça cáqui, ele interage com todos os repórteres, quer saber para onde vão e quem irão entrevistar. Quando não gosta do assunto é taxativo: “Sem futuro” ou “Não faça essa matéria!”. Como todo bom jornalista, não abandonou as interrogações. A maioria de suas interações é acompanhada de perguntas: Está fazendo o quê? Quem mandou você fazer isso? Vai sair com quem? Isso presta?
Com Inácio Pé de Quenga, personagem que ganhou fama em sua coluna, a vigilância é permanente. Parece conhecer, como ninguém, as manias de um dos funcionários mais antigos. Com a amiga Bárbara Fernandes, assistente administrativa, Canindé desarma toda seriedade. A diferença de idade de quase 50 anos se desfaz, ambos fazem piadas relacionadas a todos do jornal.
Com funcionários mais antigos, que o acompanham na GAZETA no decorrer desses 38 anos, como Maria José e Manoel Galdino, o respeito é cristalizado em gestos e palavras, muitas vezes, também, em silêncio.
Ao lado de Maria Emília Lopes Pereira, sua companheira de vida e com quem compartilha a paixão pelo Jornalismo, Canindé passa os dias observando os fatos locais. Faz questão de cumprimentar funcionários e amigos em datas natalícias. Sua ligação no dia do aniversário já é esperada por muitas pessoas. Abaixo, a entrevista com Canindé Queiroz.

ENTREVISTA

Canindé Queiroz - diretor presidente - WM


















- Como surgiu a ideia de criar o jornal em 1977?
Mossoró estava sem jornal na época, então criamos a GAZETA.
- E o senhor já imaginava que a GAZETA seria o principal jornal da cidade?
Imaginava sim, ela já nasceu para ser grande.
- O senhor sente falta de escrever?
Sim, sinto. Mas não penso em voltar.
- Qual foi o momento mais difícil para o senhor nesses 38 anos de jornalismo?
Quando deixei de escrever.
- Sente falta de pessoas que trabalharam com o senhor?
Sinceramente não lembro de todas, mas tenho saudades de Ferreira e Ivonete de Paula.
- O senhor se arrepende de algo que escreveu?
Não. Não me arrependo de nada e escreveria tudo do mesmo jeito.
- Se voltasse a escrever hoje, seguiria a mesma linha?
Sim, continuaria com as mesmas críticas.
- O que o senhor tem a dizer sobre a atual gestão municipal? Como enxerga a situação atual do município?
A gestão do prefeito é muito ruim, assim como a situação do município. Não está nada bom… Veja a situação do transporte público.
- Sua sala sempre foi bem frequentada por políticos e autoridades… Sente falta de alguém?
Só de Padre Sátiro para falar sobre religião.
- Gostaria de voltar a receber essas visitas?
Não. Só Padre Sátiro.
- Do que o senhor sente falta na cidade? Algo que havia no passado e que deixou de existir?
Sinto falta dos cafés de antigamente. De sentar para conversar com as pessoas.
- Muito se fala em extinção dos jornais impressos devido à concorrência da internet. O senhor acredita nisso?
Não. O jornal impresso nunca vai acabar.
- E sobre o aniversário do jornal?
Que continue assim e com essa equipe.
- Nesses 38 anos de jornal, qual o momento mais marcante para o senhor?
Foi quando a GAZETA saiu pela primeira vez.
- Sua esposa, dona Maria Emília, vem conduzindo o jornal há algum tempo. O que o senhor tem a dizer sobre isso?
Que ela é gente boa e competente. Eu não confiaria o meu jornal a mais ninguém, além dela.
- O que gostaria de dizer para os seus leitores?
Que está tudo bem comigo.

BIOGRAFIA CANINDÉ QUEIROZ
Francisco Canindé Queiroz e Silva, natural de Pau dos Ferros, nascido a 14 de abril de 1942, filho do natalense José Luiz da Silva e Raimunda Florêncio de Queiroz e Silva. Canindé foi alfabetizado em sua terra natal. Em Mossoró, estudou o ginásio na Escola Normal, no Colégio Diocesano Santa Luzia cursou o 2º Grau, atual ensino fundamental, que concluiu em Natal, no Atheneu. Membro da Academia Mossoroense de Letras, cadeira nº 36, Canindé Queiroz é leitor assíduo.
Na capital do Estado, deu os primeiros passos na vida pública. Foi presidente da Casa do Estudante de Natal durante um período conturbado, no auge da ditadura militar, formou grandes elos de amizades e teve os primeiros contatos com algumas das lideranças políticas mais expressivas da política norte-rio-grandense como Dinarte Mariz e Aluízio Alves.
A vida pessoal e profissional de Canindé sempre foi marcada por momentos intensos. Na política, chegou a ser vice-prefeito de Mossoró durante a segunda administração de Dix-huit Rosado eleito em 15 de novembro de 1972 e posse em 31 de janeiro de 1973. Neste mesmo período, de 1973 a 1975, assumiu a presidência da Fundação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, sendo responsável pela Expansão do Campus Central. No pleito municipal seguinte se candidatou a prefeito e foi derrotado por Dix-huit Rosado decidindo então abandonar a política.
Apesar de formado em Economia pela Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte (FURRN), hoje Uern, e em Direito na cidade de Sousa, interior paraibano, a grande paixão profissional foi o Jornalismo. O sonho começou a ser idealizado com a formação da Astecam e foi consolidado em 30 de abril de 1977 (três anos depois da Astecam), com a fundação da GAZETA DO OESTE, um jornal inicialmente semanal que se tornou referência para o jornalismo do interior potiguar.

Moradores do Costa e Silva são beneficiados com recuperação de UBS

  • Saulo Vale
    Fotografia: Raul Pereira

    A população do bairro Costa e Silva foi beneficiada com a reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde (UBS) Epitácio da Costa. A entrega à comunidade foi feita pelo prefeito Francisco José Júnior em solenidade na tarde desta quarta-feira, 29. O espaço foi ampliado e agora conta com mais um consultório, além de salas para o setor administrativo, medidas que humanizam o atendimento e melhoram as condições de trabalho dos profissionais.
    Na ocasião, o prefeito lembrou que há uma emenda parlamentar de 1,3 milhão destinada somente para reformas e ampliações de UBSs. “Estamos aguardando que o governo federal nos envie esses recursos. Assim que a verba for enviada ao Município, intensificaremos as obras nas unidades já existentes”, explicou. “Já estamos construindo uma UBS na Ilha de Santa Luzia, que deverá ser entregue em breve. A unidade do Alto da Pelonha será inaugurada na próximo semana. São obras que acontecem simultaneamente e que beneficiarão à população”, frisou o prefeito.
    A unidade, toda adaptada às normas de acessibilidade, foi beneficiada também com a recuperação do seu espaço, uma revisão geral da cobertura existente e toda sua pintura externa e interna, oferecendo um melhor atendimento à população.  A reforma custou R$ 94 mil. “Nós vamos realizar um processo seletivo para atrair mais profissionais de saúde às unidades. Estamos investindo em reforma, atraindo profissionais e humanizando o atendimento”, declarou a secretária de Saúde, Leodise Cruz.
    O presidente do conselho comunitário do bairro Costa e Silva, Josivaldo Tertuliano, elogiou a recuperação da unidade. “Há anos não era feita reforma nesse espaço. Com a nova estrutura, vai ser possível atender mais usuários”, declarou, lembrando que a UBS também atende moradores do Conjunto Geraldo Melo.
    Com uma média de 500 atendimentos por mês, a unidade conta com 23 profissionais, dentre agentes de saúde, enfermeiro, técnico de enfermagem, médicos, assistente social e servidores do administrativo. “Agradeço ao Município pela reforma realizada nessa unidade. É uma medida que contribui para um melhor atendimento”, comemorou a diretora Alcimara Rocha.

Ministro do Turismo se reúne com presidente da CBF‏

Henrique Alves analisa proposta de fomentar o turismo através do esporte em reunião com presidente da CBF

Em audiência com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, o ministro do Turismo, Henrique Alves, firmou compromisso de analisar propostas de fomentar o turismo por meio do esporte. Na reunião, eles discutiram a importância do futebol para o turismo e o presidente da CBF convidou o ministro para ir aos próximos amistosos da seleção brasileira.

Francisco Carlos apresenta projeto que visa chamar atenção às Hepatites Virais

PL apresentado pelo Vereador institui “Julho Amarelo” no calendário oficial do município de Mossoró

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 29, o vereador Francisco Carlos, apresentou o Projeto de Lei n° 62/2015, que institui no calendário oficial do município de Mossoró. O mês “Julho Amarelo”.

Em seu discurso, o edil explicou que o objetivo deste Projeto é chamar a atenção para as Hepatites Virais.

“Temos o Outubro Rosa, que trata do câncer de mama, o Novembro Azul, que realiza campanhas educativas voltadas ao câncer de próstata. Ambas as iniciativas louváveis. Mas, é preciso volta-se para uma questão, também, importante que são as hepatites virais”, disse.

Ainda, de acordo com Francisco Carlos a intenção do projeto é realizar trabalhos educativos durante todo o mês de julho, que esclareçam a população acerca da doença.

SOLICITAÇÃO – Durante pronunciamento, o vereador Francisco Carlos, solicitou da Prefeitura Municipal de Mossoró, uma lista contendo o número de pacientes que deixaram a fila das cirurgias ortopédicas.

“O prefeito anunciou, recentemente, que cerca de 600 foram atendidas e que a fila foi zerada. Mas, sabe-se que várias pessoas estão procurando os serviços e não estão sendo atendidas. Estamos aqui solicitando uma explicação e uma lista apresentando esses nomes”, cobrou.

O edil, ainda, informou que foi solicitado um balanço dos serviços de epidemiologia do município. Segundo Francisco Carlos, suspeita-se de que o serviço prestado não está sendo realizado de forma adequada.

“Solicitamos uma maior transparência dos serviços de epidemiologia de Mossoró. Suspeita-se de que a população não está recebendo um serviço adequado. Aparentemente os casos estão sendo subnotificados. Queremos que essas ações cheguem à câmara municipal de Mossoró”, solicitou.

Prefeito anuncia 35 novos ônibus para o transporte público municipal

Francisco José Júnior afirma que nome de empresa será divulgada no Jornal Oficial do Município 

A frota do transporte público municipal será completamente renovada nos próximos 40 dias. A garantia foi dada pelo prefeito Francisco José Júnior durante encontro com representantes do Movimento Pau de Arara, ocorrido na manhã desta quarta-feira, 29, no Salão de Grandes Atos do Palácio da Resistência. A cidade receberá 35 novos ônibus.
“Nossa gestão é a primeira a dar atenção especial ao sistema de transporte público. Por décadas esquecido pelas administrações municipais, fazendo com que surgissem os veículos clandestinos, o setor chegou a um nível crítico. Mas agora, com coragem e determinação, estamos conseguindo mudar essa realidade, renovando toda a frota, com a chegada de 35 novos ônibus”, ressaltou o prefeito Francisco José Júnior.
Durante a reunião, o chefe do Executivo local, acompanhado do secretário Municipal de Mobilidade Urbana, Charlejando Rustayne, explicou ao Movimento Pau de Arara que os novos ônibus foram contratados a partir de um chamamento público, ao qual uma empresa de São Paulo apresentou interesse em atuar na cidade, apresentou a documentação necessária e disponibilizará os veículos por um prazo de 180 dias.
“É um contrato emergencial, que vai melhorar significativamente o nosso sistema de transporte público, dobrando a quantidade de ônibus hoje em circulação na cidade. Gestões anteriores haviam lançado licitações, que foram desertas, agora conseguimos reverter o desinteresse das empresas, com ações como redução em 50% de passagens gratuitas, que estavam irregulares, pesquisas de origem e destino, implantação em breve da zona azul, tudo isso em consonância com o Ministério Público”, afirmou o prefeito.
Com a ampliação da frota, as linhas de ônibus saltarão de nove para 11, contemplando rotas como a das universidades e Centro/Shopping. A expectativa do Município é que até agosto um novo edital seja publicado, para contratação de empresa para atuar em Mossoró por no mínimo sete anos, oferecendo mais de 50 ônibus à população.
Para Max Medeiros, representante do Movimento Pau de Arara, a reunião foi muito positiva. “Não deixaremos de reconhecer os avanços. Esse encontro foi muito salutar, propositivo. Todo mundo de braços dados, Poder Público, Sociedade Civil, vamos conseguir resolver essa situação do transporte público. Tudo que nos foi dito aqui será repassado os Diretórios Centrais dos Estudantes”, informou.
Cidade ganhará 48 novos abrigos de passageiros
Ainda durante o encontro com o Movimento Pau de Arara, o prefeito Francisco José Júnior anunciou a construção de 48 novos abrigos de passageiros na cidade, estruturas que serão erguidas em parceria com o Governo Federal, que já disponibilizou a verba. O processo licitatório para seleção da empresa que executará os serviços já foi concluído e em breve as obras serão iniciadas.

Genivan Vale, mesmo defensor da TV Mossoró, reconheceu melhorias com as mudanças

TV Câmara Mossoró implantada por Jório Nogueira já é uma realidade mesmo em fase experimental  

Genivan Vale, mesmo defensor da TV Mossoró, reconheceu melhorias com as mudanças – Foto Walmir Alves
Genivan Vale, mesmo defensor da TV Mossoró, reconheceu melhorias com as mudanças – Foto Walmir Alves
O vereador Genivan Vale (Pros) reconheceu, ontem, a melhoria substancial nas transmissões das sessões plenárias da Câmara Municipal de Mossoró a partir da criação da TV Câmara, instalada dentro da grade de canais da TV Cabo Mossoró (TCM). Em pronunciamento feito na plenária de ontem, o parlamentar e presidente do diretório mossoroense do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) ressaltou que, tanto a imagem quanto o áudio das transmissões apresentaram grande melhoria.
As primeiras exibições da TV Câmara aconteceram na semana passada. O presidente do parlamento mossoroense, vereador Jório Nogueira explicou que, no momento a emissora legislativa encontra-se em fase experimental, no entanto, quando ela estiver devidamente instalada, a expectativa é que as transmissões sejam feitas 24 horas por dia. O parlamentar do Partido Social Democrático assinala que, a grande de programação da TV Câmara não estará limitada apenas as sessões plenárias como acontece neste momento.
“Nós queremos e vamos abrir espaços para os comunitários, vamos procurar a Ordem dos Advogados do Brasil, o Tribunal de Justiça e todos aqueles que tiverem interesse em contribuir com a TV Câmara estamos à disposição. Vamos procurar parceiros para que juntos possamos dotar a emissora de programas e documentários que atendam as expectativas do povo mossoroense e levando transparência ao cidadão”, explicou Jório.
Ao avaliar a primeira semana de transmissões, o presidente da Câmara Municipal fez questão de dizer que ainda existem ajustes técnicos a serem feitos. Mesmo assim, o vereador Jório Nogueira mostrou-se satisfeito com o resultado inicial. Fazendo coro à declaração do vereador Genivan Vale, o presidente do Legislativo mossoroense, destacou a boa imagem exibida pela TV Cabo Mossoró bem como o áudio das transmissões, diferente do que acontecia quando as transmissões eram feitas pela TV Mossoró.
O vereador Jório Nogueira ressalta que não pretende mais polemizar com a direção da TV Mossoró, por considerar que o assunto é “matéria vencida” no âmbito do Poder Legislativo. Ele limitou-se a dizer que, a decisão da mesa diretora além de criar um instrumento necessário para que haja a transparência no Palácio Rodolfo Fernandes, possibilitou a redução de despesas na Casa. Nogueira informa que o convênio feito com a TCM é inferior ao que estava sendo repassado mensalmente à TV Mossoró.
“Esse fato por si só, mostra que a decisão que tomamos foi acertada, tanto pela redução de despesas quanto pela criação da nossa emissora, uma TV que não é de Jório Nogueira ou de qualquer outro vereador em particular. É uma emissora de televisão do povo de Mossoró”, comentou em tom de emoção o presidente do parlamento acrescentando que a TV Mossoró tem a total liberdade para retransmitir toda a programação da TV Câmara.
“Eu não quero mais polemizar com a TV Mossoró. Disse isso no plenário. O vereador Lairinho (Lahyre Rosado Neto) é meu amigo, nós já conversamos a respeito disso. Mas, eu tenho dito sempre que me questionam que a TV Mossoró pode transmitir a nossa programação, ou mesmo apenas as sessões plenárias”, sugeriu o parlamentar do PSD.
AGRADECIMENTO
O presidente da Câmara Municipal de Mossoró e presidente da Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte (FECAM), vereador Jório Nogueira, agradeceu durante pronunciamento feito na sessão plenária de ontem, ao povo de Mossoró.
“Quero agradecer a todos que opinaram e através de pesquisa, me colocando como o segundo melhor vereador de Mossoró”, disse Jório Nogueira entendendo que a sua atuação, com ações como a implantação da TV Câmara, recebe o reconhecimento da população mossoroense. Ele afirma que seu compromisso é de ampliar a transparência do Poder Legislativo local. “E a TV Câmara já está contribuindo para isso”, afirmou.
* Transcrição: Jornal Gazeta do Oeste

Câmara realiza audiência pública para prestação de contas da saúde nesta quinta-feira


A Câmara Municipal de Mossoró realiza nesta quinta-feira (30) audiência pública para prestação de contas da saúde referente ao 1º, 2º e 3º quadrimestres de 2014.
A audiência pública está agendada para as 9h no Plenário da Câmara e atende à exigência da Lei Complementar nº 141/2012,que determina que a secretaria de Saúde faça uma prestação de contas a cada quatro meses em audiência pública na Casa Legislativa no respectivo ente da Federação, o relatório da prestação de contas.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Presidente da FECAM reúne-se em Mossoró com vereadores da região


O presidente da FECAM (Federação das Câmaras Municipais), vereador Jório Nogueira  (PSD) reuniu-se esta manhã, 29, com um grupo de vereadores da Região Oeste e Médio Oeste que articula a criação da União dos vereadores do RN.

O encontro aconteceu na Sala de Reunião da presidência da Câmara Municipal de Mossoró e contou com as presenças de diversos vereadores de outros municípios (algo em torno de vinte)

Como um dos articuladores, o vereador do município de Apodí, Professor Evangelista externou a posição dos que comporão a entidade.


Ele afirmou, na reunião, que não existe nenhum confronto da entidade que está sendo criada com a FECAM.
POSIÇÃO – O presidente da FECAM, Jório Nogueira, explicou que da mesma forma como sempre esteve aberta aos vereadores, a entidade irá oferecer todo o apoio que for necessário a União dos Vereadores.
Os vereadores mossoroenses Claudionor dos Santos (PMDB), Genivan Vale (PROS) e Lucélio Guilherme (PTdoB) também participaram do encontro

Morre Dona Elita, esposa de Osman da Eletrônica

Com pesar, noticiamos o falecimento de Dona Elita, esposa de Osman Moreira (Eletrõnica Osman).

Ela tinha 71 anos e encontrava-se internada no hospital Wilson Rosado, quando sofreu um infarto à noite de ontem, 28.

Natural de Currais Novos/RN, Dona Elita deixa três filhos.

Seu corpo está sendo velado no Centro de Velório.

O seu enterro está previsto para acontecer às 16:00H, no Cemitério Novo (BR 304).

Deste espaço seguem as nossas condolências à toda a Família enlutada.

Robinson Faria anuncia promoção de 1.126 policiais militares e 106 bombeiros

“Nenhum governo fez uma promoção destas até hoje”, diz governador 

O governador Robinson Faria anunciou a promoção de 1.126 policiais militares e 106 praças bombeiros nesta primeira etapa, quantidade acima do que determina a Lei de Promoção de Praças. O anúncio foi feito durante reunião com associações ligadas à categoria, realizada na tarde desta segunda-feira (27), na governadoria.
“Nenhum governo fez uma promoção destas até hoje. Foi preciso um estudo aprofundado, um aporte financeiro, para chegarmos ao anúncio deste número. É mais um cumprimento de um compromisso do nosso governo”, destacou o governador, acrescentando que demanda de promoções reprimidas é uma distorção de mais de 20 anos que será equacionada em quatro de seu governo.
Além de anunciar a promoção, que deve ser publicada até o próximo 22 de maio, o governador determinou que um cronograma com as próximas promoções de praças e oficiais seja elaborado e divulgado até a segunda-feira, 4 de maio, o que ficará cargo da secretária de Segurança e Defesa Social, Kalina Leite.
Na próxima semana – ainda sem agenda definida –, será realizada uma nova reunião para tratar também da promoção dos oficiais militares e bombeiros.

Construção civil começará demissão em massa

Crise atinge construção civil do RN


O Sindicato da Indústria da Construção Civil do RN (SINDUSCON) encaminhou ontem (27) ao Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal em Exercício, Carlos Antônio de Araújo, e ao Governador Robinson Faria (PSD), ofícios informando sobre a paralisação das obras do programa Minha Casa Minha Vida no estado.
A decisão é em razão de atrasos no pagamento.
Segundo o Sindicato, desde novembro de 2014 os pagamentos das obras vêm sofrendo constantes atrasos, criando sérias dificuldades de caixa para as empresas construtoras.
Setor caminha para demissão em massa, com efeito m cadeia. Esse processo vai começar amanhã, devendo atingir gradual,ente cerca de 4 mil pessoas diretamente.
Veja as reivindicações:
1) Pagamento imediato das medições em atraso;
2) Comprometimento de quitação das medições “já lançadas no sistema” com previsão de pagamento para o início de maio de 2015, para as obras do Residencial Village da Prata do I ao VII, Residencial Maruim, Residencial Monte Pascoal, Residencial Santa Júlia, Residencial Maria Odete, Residencial Jardim das Palmeiras e Residencial Padre João Maria e as dez;
3) Repactuação dos preços dos serviços em execução, com atualização dos mesmos para presente data, visto que haverá a dilatação dos prazos de execução, em virtude dos constantes atrasos nos pagamentos das respectivas faturas;
4) Adoção de verba mensal de administração local da obra, para os meses que excederem o prazo contratual inicial, inclusive em consonância com Acordão número 2369/2011 do Tribunal de Contas da União;
5) Pagamentos de juros sobre os atrasos nos pagamentos das medições devidamente atestadas pela CAIXA