sábado, 8 de outubro de 2016

Itaú Unibanco fecha compra de ativos de varejo do Citi no Brasil

Aquisição dos negócios de varejo foi feita por R$ 710 milhões.
Conclusão depende de aprovações do Banco Central e Cade.


A agência do banco Citibank da Rua da Assembleia, no Centro, também instalou tapumes (Foto: Marcelo Elizardo/G1)

O Itaú Unibanco Holding S.A., por meio de suas controladas Itaú Unibanco S.A. e Itaú Corretora de Valores S.A, anunciou neste sábado (8) acordo com o Citibank e outras sociedades de seu conglomerado para aquisição dos negócios de varejo da instituição no Brasil por R$ 710 milhões de reais. O comunicado foi divulgado no site do Itaú.

A operação de varejo do Citibank no Brasil conta com 71 agências e uma base de, aproximadamente, 315 mil clientes correntistas, R$ 35 bilhões entre depósitos e ativos sob gestão (valores brutos na data-base de 31 de dezembro de 2015), 1,1 milhão de cartões de crédito e R$ 6 bilhões de carteira de crédito.


No final de setembro, o Itaú Unibanco confirmou a negociação com o Citi. Com essa aquisição, o Itaú Unibanco passará a ter R$ 1.404 trilhão em ativos.

"A operação envolverá a reestruturação societária de algumas sociedades do conglomerado Citibank, de modo que o negócio de varejo no Brasil seja cindido e transferido para sociedades que serão objeto da aquisição", diz o comunicado.

Empréstimos, depósitos, cartões de crédito, agências, gestão de recursos e corretagem de seguros, assim como as participações societárias detidas pelo Citibank na TECBAN -Tecnologia Bancária S.A, que representa 5,64% do seu capital social, e na Cibrasec - Companhia Brasileira de Securitização, que representa 3,60% do seu capital social, fazem parte do acordo.

Conclusão da operação

A conclusão da operação está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes, incluindo as aprovações do Banco Central do Brasil e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Segundo o comunicado, com a conclusão da operação, os clientes do Citibank terão a mesma eficiência e qualidade no atendimento e passarão a contar com uma oferta de serviços digitais, já que 95% dos negócios podem ser formalizados remotamente no Itaú Unibanco.

Os clientes do Citibank também terão acesso a rede de atendimento, composta por mais de quatro mil agências e postos de atendimento e 44 mil caixas eletrônicos em todo o território nacional.

Histórico

O Citi anunciou em fevereiro a intenção de vender suas operações de varejo no Brasil, na Argentina e na Colômbia. Os serviços prestados a empresas e o braço de investimentos não estão incluídos. O que sendo oferecido é basicamente a carteira de clientes pessoas físicas da rede de agências Citibank e da corretora Citi.

Com a compra do HSBC pelo Bradesco e saída do Citi do país, o único grande banco estrangeiro com operação relevante no varejo bancário brasileiro será o Santander.

Segundo dados do Banco Central, o Citibank é o 11º maior banco do Brasil, com um volume de ativos da ordem de R$ 81 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário