terça-feira, 29 de novembro de 2016

Meia conquistou título do Campeonato Estadual pelo clube Alvirrubro em 2014



O ex-jogador do América, Arthur Maia, estava no avião da Chapecoense que caiu na madrugada desta terça-feira (29) no município de La Ceja, perto de Medellín, onde a equipe catarinense disputaria a final da Copa Sul-Americana.


O América emitiu nota de condolências aos familiares e amigos das vítimas, em especial o meia que jogou pelo Alvirrubro em 2014, conquistando um título estadual, e ao potiguar Gil, natural de Santo Antônio do Salto da Onça e que também jogava pelo Chapecoense.

Nota de pesar

O América Futebol Clube manifesta seu pesar e toda solidariedade à família, aos amigos e aos admiradores da Associação Chapecoense de Futebol, pelo acidente ocorrido na madrugada desta terça-feira (29), em Medellín, na Colômbia, que vitimou comissão técnica e jogadores.

Em especial, o clube presta suas condolências aos familiares e amigos do meia norte-riograndense Gil, natural de Santo Antônio, ao meia Artur Maia, que defendeu as cores rubras na temporada 2014, bem como ao atacante Bruno Rangel, que atuou na Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas.

Assim como segue uma corrente de orações pela tripulação e os profissionais de imprensa que também estavam no voo.

Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos, mas nos unimos ao clube e sua apaixonada torcida e pedimos a Deus que conforte o coração de todos neste momento de dor.


*Nominuto

*Nota do Blog: O atacante Bruno Rangel, que teve rápida passagem pelo Baraúnas de Mossoró em 2007, foi uma das vítimas fatais deste trágico acidente. 

Bruno Rangel, artilheiro da Chapecoense, vinha sendo um dos maiores goleadores do Brasil nos últimos três anos quando envolvidas as diversas competições regionais e nacionais das sérias A, B, C e D. 

O técnico Samuel Cândido foi o responsável pela vinda da promessa à época para o futebol da região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário