segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Reitor da UERN se reúne com representantes estudantis

 Reitor da UERN se reúne com representantes estudantis 

O reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, recebeu na manhã desta segunda-feira, 28, o coordenador-geral do Diretório Central dos Estudantes, Tasso Alves, e a diretora da entidade, Andreza Maria. Na audiência foi discutido o encaminhamento da negociação ocorrida durante a ocupação da reitoria e nos campi avançados de Pau dos Ferros e Assú (única que ainda está ocorrendo).“Estamos imbuídos a seguir fielmente a pauta”, assegurou o reitor, informando que mesmo as questões que não são de competência da UERN, como restaurante popular, estão sendo tratadas junto ao governo do Estado. Além da participação na audiência entre os estudantes e a Secretaria do Trabalho e Ação Social (SETHAS), a administração encaminhou ofício à Secretária Juliane Faria, solicitando a implantação do Café do Trabalhador, conforme comunicou o reitor ao coordenador do DCE, entregando-lhe uma cópia do documento.

O dirigente do DCE, Tasso Alves, elogiou o reitor e equipe na condução do processo de negociação com os estudantes. “É isso que os alunos esperam da gestão”, afirmou Tasso, propondo encontros mensais entre a Reitoria e os estudantes para prestação de contas das ações da UERN, acadêmicas e administrativas. “Vamos marcar uma assembleia com a classe para repassar todas as informações dessa audiência. Nossas decisões são coletivas”, adiantou.
CENSO – Um dos avanços das negociações é o censo estudantil. A UERN vai implantar questionários para saber a necessidade de creches e avaliação do atendimento do restaurante popular do campus central. A partir dessas e outras informações, a Universidade vai implementar a política estudantil. O propósito é ouvir os estudantes em todas as questões de interesse da classe. Um outro item que tem tido discussões bastante produtivas entre os dirigentes da universidade e os discentes, é o voto paritário para a escolha de reitor e vice. Tanto o reitor Pedro Fernandes quanto o vice, Aldo Gondim, já manifestaram posição favorável à paridade e renovaram essa postura na audiência desta segunda.
A proposta do voto paritário entre os segmentos universitários: estudantes, professores e técnicos foi um dos compromissos assumidos na campanha para reitor e vice, em 2013 e já se encontra no Conselho Universitário (CONSUNI) para ser apreciada e votada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário