sábado, 3 de dezembro de 2016

Famílias recebem caixões com vítimas de tragédia aérea

100 anos do samba
Aeronaves da Força Aérea com corpos das vítimas da tragédia aérea da Chapecoense chegaram, na manhã deste sábado (3), a Chapecó (SC), onde haverá uma homenagem aos mortos na Arena Condá.
Setenta e uma pessoas morreram na queda do avião, ocorrida na madrugada de terça (29). O time catarinense se dirigia a Medellín, onde disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, da cidade colombiana.


Entre as vítimas estão jogadores e membros da delegação do clube brasileiro, jornalistas que fariam a cobertura do jogo e membros da tripulação. Veja a lista aqui.
Às 10h24
Portões na Arena Condá se abriram às 7h30
Fans of the Brazilian football team Chapecoense wait in front of the Arena Conda stadium to receive the bodies of the victims who died in an accident of the plane that crashed into the Colombian jungle, in Chapeco, Brazil December 3, 2016. REUTERS/Ricardo Moraes ORG XMIT: BRA101
Os portões da Arena Condá se abriram às 7h30 deste sábado (2) para receber o público que acompanhará o velório coletivo das vítimas da tragédia aérea da Chapecoense. Do lado de fora, só na entrada de um portão, há cerca de 1.500 pessoas esperando na fila. Os primeiros a entrarem no estádio estavam esperando desde as 5h, relata a enviada especial Juliana Gragnani.
Às 10h22
Temer chega a aeroporto de Chapecó para homenagem a vítimas de tragédia
Brazil's President Michel Temer arrives in Chapeco to pay tribute to the victims of the plane crash in Colombia, in Chapeco, Brazil December 3, 2016. REUTERS/Paulo Whitaker ORG XMIT: AST01
Presidente Michel Temer chega a Chapecó (SP) para homenagem a vítimas de tragédia aérea – Paulo Whitaker/Reuters
Sob garoa forte, o presidente Michel Temer desembarcou às 8h53 no aeroporto municipal de Chapecó para participar de cerimônia de recepção dos corpos das vítimas do acidente aéreo. Protegido por um guarda-chuva carregado por um assessor presidencial, ele foi recebido pelo governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e pelos ministros Leonardo Picciani (Esporte) e Raimundo Nogueira (Trabalho). Além do avião presidencial, mais três aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) foram usadas para transportar a comitiva ministerial.
Às 10h18
Caixões de vítimas de acidente da Chapecoense são recebidos com honras

Comente

Reprodução/Globo
Os caixões com as vítimas da tragédia com o avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellín foram recebidos com as mais altas honras militares na chegada à Chapecó.
“Quando vejo essa chuva caindo aqui penso que é São Pedro chorando a morte dos jogadores”, disse o presidente Michel Temer após receber os caixões no aeroporto. Ele ainda explicou que irá à Arena Condá. “Não poderia dizer que ia ao estádio ontem porque senão a segurança teria que revistar as pessoas que entram. Só comuniquei que vou lá agora, para facilitar a vida de todos”.
Um corredor com militares, todos em posição de sentido, foi formado com uma estrutura para que os corpos sejam desembarcados dos aviões. Tiros foram disparados para o alto assim que o primeiro caixão deixou o primeiro Hércules e a marcha fúnebre foi tocada. Assim que passar o último caixão, o procedimento será repetido.
A cada um que passa, o presidente Michel Temer estende a mão em gesto de respeito. Uma tenda com autoridades – entre elas, o presidente – e outra com familiares recebem os corpos das vítimas. As famílias aplaudem a cada caixão que passa.
O presidente Temer entregará uma medalha a cada uma das famílias. Trata-se da medalha da ordem ao mérito esportivo.
Às 10h12
Corpos de brasileiros são recebidos com cortejo em Chapecó
Caixões com as vítimas de do acidente aéreo na Colômbia, chegam à Chapecó-SC
A chegada em Chapecó dos dois aviões com os corpos das vítimas da tragédia no voo da Chapecoense emociona os familiares e amigos no aeroporto, na manhã deste sábado. As aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) acabaram de aterrissar no aeroporto da cidade do oeste de Santa Catarina.
O primeiro corpo a ser desembarcado foi o do atacante Tiago da Rocha Vieira, o Tiaguinho. Ele recebido com uma salva de cinco tiros e sob aplausos das autoridades e familiares presentes, enquanto a banda do Exército brasileiro tocava a marcha fúnebre.
O presidente Michel Temer se aproximou para tocar o caixão.
Às 10h05
Caixões são retirados das aeronaves Foto: PAULO WHITAKER / REUTERS

Urnas são recepcionadas com choro e palmas. Dois C-130 Hércules da FAB pousaram na manhã deste sábado em Santa Catarina

Às 10h


Nenhum comentário:

Postar um comentário