quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

No RN, PIB tem aumento acima da média nacional

PIB do RN cresceu 1,6% de 2013 a 2014. Indústria recuou 1,5% puxada pela baixa do petróleo.

Carnês do IPTU começam a chegar de janeiro a março para residentes da quatro zonas de Natal (Foto: Canindé Soares)
PIB do RN cresceu mais que a média nacional, mas menos que o Nordeste (Foto: Canindé Soares)

O Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Norte cresceu 1,6% de 2013 a 2014 – é o que aponta levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado nesta quarta-feira (14).


O aumento foi maior do que o nacional, de 0,5%, mas ficou atrás do crescimento do Nordeste, que foi de 2,8% no mesmo período. Em 2014, o PIB do estado era de R$ 54 bilhões, representando 0,9% da riqueza nacional.

O Rio Grande do Norte tem o 3º maior PIB per capita do Nordeste, R$ 15.849,33.

Participação dos setores

A agropecuária e o setor de serviços aumentaram sua participação no valor adicionado ao PIB de 2013 a 2014, graças ao bom desempenho do comércio e da agricultura, principalmente na produção de cana-de-açúcar, mandioca e banana.

Já a indústria recuou 1,5%, puxada para baixo pela retração na indústria do petróleo e de refino e na construção de obras públicas. O setor encolheu apesar do resultado positivo na área de eletricidade e gás, devido à expansão da indústria de energia eólica.

Municípios

Dos cinco municípios pequenos que mais cresceram nesse período no RN, dois – Bodó e Santana do Matos – prosperaram por causa da instalação de parques eólicos. Em Guamaré, o crescimento do transporte e do comércio de derivados do petróleo fez o município subir, no ranking de participação no PIB do estado, do último lugar para o 28º.
Cruzeta é um dos cinco e também tinha o maior PIB per capita do RN em 2014 – R$  54.422,47. O município cresceu por causa da exploração de uma jazida de minério de ferro. Natal tem o 9º maior PIB per capita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário