quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Deputados recebem integrantes da Frente em Defesa da UERN

Deputados recebem integrantes da Frente em Defesa da UERN

Uma comissão de deputados se reuniu com integrantes da Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN, na manhã desta terça-feira (14), onde foram abordadas as principais reivindicações da instituição, da qual o deputado Souza Neto (PHS) faz parte. A reunião foi conduzida pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Os deputados receberam um documento com o estudo do impacto financeiro da UERN, num comparativo com outras instituições.

“A defesa da UERN é pauta recorrente nesta Casa, porque há um entendimento da sua importância como instituição de ensino para todo o Rio Grande do Norte. A Assembleia tem se colocado sempre à disposição para debater e acolher as reivindicações dessa luta, que é legítima”, afirmou o presidente Ezequiel Ferreira de Souza.
O deputado Souza Neto (PHS) promoveu em dezembro uma audiência pública na Casa sobre a UERN, ocasião em que foi criada a Frente Parlamentar e Popular, na Câmara Municipal de Mossoró e afirmou: “Uma das motivações principais é a autonomia financeira. Teremos reunião com o governador e viemos pedir o apoio total da Casa para uma instituição que é importante para todo o Rio Grande do Norte”, disse o parlamentar.
A UERN será tema de audiência pública mais uma vez na Assembleia, dessa vez proposta pela deputada Larissa Rosado (PSB). “Meu trabalho sempre foi pelo fortalecimento da universidade, onde estudei. Queremos envolver todos nessa discussão, para que a instituição tenha sua autonomia e independência”, disse.
Os deputados Fernando Mineiro (PT), Getúlio Rêgo (DEM) e Raimundo Fernandes (PSDB) também foram unânimes na defesa da importância da universidade. Mineiro sugeriu que todos os projetos encaminhados ao Governo também sejam enviados à Casa, para estudo prévio dos parlamentares.
“Vi a UERN nascer do ponto de vista formal, no Governo Radir Pereira. Ela é um instrumento importante para o desenvolvimento de Pau dos Ferros e a região do Alto Oeste está colhendo os frutos de sua presença”, disse Getúlio Rêgo (DEM). O deputado Raimundo Fernandes afirmou que é necessário que a instituição se aprimore cada vez mais: “E para isso terá o nosso apoio sempre que necessário”.
De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da UERN (ADUERN), professor Lemuel Rodrigues da Silva, as principais reivindicações da Frente, formada em dezembro passado, em Mossoró, vão além da questão da não-privatização, e incluem necessidades mais urgentes como a autonomia (financeira, pedagógica e de gestão), a efetivação do plano de cargos e salários, estrutura e custeio. Lemuel informou que plano de cargos já foi enviado para o Executivo e há uma preocupação na instituição com a “fuga de talentos”, que é a mudança dos professores para outras universidades com salários mais atrativos, diante de falhas no plano de cargos.
Também presente na reunião, a vereadora de Mossoró Sandra Rosado (PSB) afirmou que a UERN é importante não só para o Rio Grande do Norte como para o país. “Nesta luta não existe cor partidária. Um povo educado é um povo liberto e independente”, ressaltou.
O presidente da Frente Parlamentar, vereador Francisco Carlos (PP), agradeceu o apoio e a acolhida da Assembleia. “Pretendemos levar essa discussão para outras cidades em defesa do ensino de qualidade. A universidade precisa de melhores condições para que seus docentes desempenhem o seu trabalho”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário