sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Morre Coconha

As cidades de Tibau e Mossoró se despedem de Antônio de Pádua Cantídio, o conhecido "Coonha.

Nascido em 1943, seu falecimento ocorreu hoje (17), no mesmo dia em que completava 74 anos.

Ele convalescia de um câncer há vários anos. Seu corpo está sendo velado no Centro de Velório Sempre. 

Nota do Blog: Coconha era uma figura, no mínimo, excêntrica. Há alguns anos, passou a residir na praia de Tibau. Logo que chegou, pulverizou pinturas em muros daquela cidade praiana com frases poéticas. 

Dentro do folclore político, é atribuída a Coconha a façanha de todos os carros de som da campanha dos seus adversários políticos em 19778 amanhecerem com os pneus esvaziados.

Ou seja, Antônio de Pádua fez por onde não passar despercebido nessa vida, embora não muito afeito ao  trabalho. Foi-se um verdadeiro bon-vivant. 

Nossas condolências a toda a família enlutada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário