sexta-feira, 28 de abril de 2017

20ª ExpoPotengi movimentou quase R$ 2 milhões em negócios

A 20ª ExpoPotengi, encerrada no último domingo (23) em São Paulo do Potengi, movimentou quase R$ 2 milhões no município e região. Só em financiamentos para comercialização de animais foi registrado R$ 1,2 milhão, oferecidos pela Agência de Fomento do RN (AGN). Em torno de 20 mil pessoas passaram pelo Centro de Eventos Agropecuários nos três dias de exposição.

Mais de 1.550 bovinos, caprinos e ovinos participaram do evento, que contou com criadores do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Sergipe, Ceará e Piauí. “O evento foi um grande sucesso e marcou a abertura do Circuito Estadual de Exposições Agropecuárias, que irá passar por nove cidades este ano. É uma maneira muito eficiente de fomentar a economia do interior do Estado e gerar renda nesses municípios participantes e no entorno”, destacou o secretário de Agricultura, Guilherme Saldanha.

Somente a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN) financiou R$ 1,2 milhão em 70 projetos para aquisição de animais. Banco do Nordeste e Banco do Brasil ainda estão contabilizando sua participação, o que pode deixar a movimentação de financiamentos em mais de R$ 1,5 milhão nos três dias de evento. O comércio direto de animais, venda de produtos e artesanato, máquinas agrícolas, ingressos para os shows, alimentos e bebidas também contribuíram para incrementar a renda do evento.

Copa Boer
A 1ª Copa Nacional Boer foi um dos pontos altos da ExpoPotengi e reuniu cerca de 300 animais participantes, vindos dos melhores criadores do país. O pecuarista de Caicó Inácio Josival dos Santos, criador de caprinos Boer desde 2002, foi um dos que concorreram na Copa. Dono de animais que já foram campeões nacional, nordestino e reservado, o plantel composto por 30 caprinos concorreu com outros exemplares de várias partes do país.

Os Boer criados por Inácio tiveram seus embriões importados da Austrália e cruzados com outros embriões sul-africanos. Segundo o pecuarista, o investimento é alto para criar esse tipo de caprino. “Cada animal desse custou R$ 18 mil de investimento só para chegar na minha fazenda. Hoje para vender, eles valem em torno de R$ 20 mil”, conta.

Para Dorgival Júnior, pecuarista de Ouro Branco/RN e criador de Boer há 18 anos, o RN mostrou sua força e potencial da raça, levando seus animais a serem considerados os maiores da raça em todo o Brasil nos dois últimos anos. Isso o credenciou a sediar a 1ª Copa Nacional Boer. “São animais com dupla aptidão, para o corte e para o leite. Além de uma alta capacidade de digestibilidade”, destaca.

Edital
O Governo Cidadão/Banco Mundial participou da ExpoPotengi com toda infraestrutura que possibilitou a comercialização dos produtos da agricultura familiar da região. Na ocasião, foi divulgado o Edital de Leites e Derivados, aberto até 31 de maio, e que tem como objetivo a estruturação desta cadeia produtiva através do fortalecimento da produção primária, melhoria do processo de beneficiamento e comercialização dos produtos. Os recursos disponíveis são de R$ 23 milhões para beneficiar em torno de 20 associações.


Nenhum comentário:

Postar um comentário