A marqueteira Mônica Moura confirmou nesta terça-feira (18), durante depoimento ao juiz Sergio Moro, ter recebido caixa 2 nas campanhas presidenciais de Dilma Rousseff de 2010 e 2014.

Mônica Moura é esposa e sócia de João Santana, responsável pelo marketing das campanhas de Lula (2006) e Dilma (2010 e 2014).



Segundo ela, em 2010, parte do caixa 2 foi pago pelo partido e parte pela Odebrecht.

Em 2014, todo o caixa 2 foi pago pela Odebrecht. 

Mônica Moura disse também que era com Antonio Palocci que sempre acertava pagamentos das campanhas  do PT desde 2006 – até 2012.

A marqueteira disse que o ex-ministro a mandava procurar a Odebrecht, e a empresa pagava sempre uma parte do caixa 2.

Ela citou, entre outras, as campanhas do ex-presidente Lula (2006), Fernando Haddad (2012) e de Dilma (2010 e 2014). 

No exterior, Mônica Moura disse que a Odebrecht pagou por campanhas no Panamá, na Venezuela, em Angola e em El Salvador.

Venezuela, Angola e Panamá não tinham a ver com Palocci nem PT, disse Monica a Moro. 

Só El Salvador foi a pedido de Lula – e Palocci acertou com ela, afirmou.

Mônica Moura disse no depoimento que não existe marqueteiro no Brasil que faça campanha sem receber por meio de caixa 2.