terça-feira, 6 de junho de 2017

Larissa Rosado levanta demandas do IDIARN em audiência pública


Proposta pelo mandado da deputada estadual Larissa Rosado (PSB), audiência pública discutiu o serviço de defesa agropecuária e inspeção de produtos de origem animal no Rio Grande do Norte, nesta segunda-feira (5), na Assembleia Legislativa.
O debate teve foco nas condições de trabalho, o serviço de defesa e inspeção agropecuária, ausência de recursos humanos e a necessidade da aprovação do Plano de Cargos, Carreira e salários do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Estado (IDIARN).


Francisco Saraiva, presidente da União dos Fiscais Agropecuários do Brasil relatou que 1/3 do que se exporta hoje, no Rio Grande do Norte vem da fruticultura. “Mesmo com esses números, o RN tem um dos menores quadros de pessoal do país, assim como, os menores salários. Isso mostra a não valorização do profissional no Estado”, afirma.

Funcionário do IDIARN, Alexandre Guedes chama atenção para o perigo da falta de estrutura para o Instituto. “Colocar alimento não inspecionado na mesa pode representar a morte de uma pessoa. A fiscalização nos frigoríficos, por exemplo, deveria ser permanente e não periódica como é feita, hoje, por falta de funcionários”, assevera.

Já o auditor fiscal Jânio Fonseca, acentuou a necessidade de contratação de profissionais na sua área. “Hoje, temos 23 auditores fiscais quando seriam necessários pelo menos, o dobro desse número para um serviço de melhor qualidade”, salienta.

Encaminhamentos

Ao final, Larissa Rosado assumiu o compromisso de agendar audiência com o governador Robinson Faria (PSD) com objetivo de esclarecer a atual situação do Instituto, além de trabalhar pela realização de concurso público, melhoria nas condições estruturantes de trabalho, assim como dar agilidade na aprovação do Plano de Cargos.

“É importante que os servidores do IDIARN também cobrem do Governo do Estado. A nossa parte, aqui na Assembleia, nós faremos”, reforça a parlamentar.

Estiveram presentes, o diretor geral do IDIARN, Camillo Collier Neto, promotor de Justiça da Promotoria de Defesa do Consumidor,  Leonardo Cartaxo, chefe do serviço de Saúde, Inspeção e Fiscalização Animal do Ministério da Agricultura. Geraldo Marcelino Carneiro, representante dos Servidores, Francisco Melo, auditor fiscal federal Agropecuário do Ministério da Agricultura no RN. Janus Pablo Fonseca, presidente da União dos Fiscais Agropecuários do Brasil (UNAFA), Francisco Saraiva, presidente do Comitê Executivo de Fruticultura no RN (COEX), Luiz Barcelos, professor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Emanuel Márcio, representante da Secretaria de Agricultura do Estado, Cleudo Juventino.

O IDIARN é um órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca – SAPE/RN que tem como função exercer a defesa e a inspeção agropecuária, assegurando a oferta de produtos de qualidade, contribuindo para a preservação da saúde pública, do meio ambiente e o aumento da competitividade do estado do Rio Grande do Norte.


Nenhum comentário:

Postar um comentário