domingo, 18 de junho de 2017

População de João Câmara, RN, volta a sentir abalo sísmico

Tremor foi sentido na manhã deste domingo (18), por volta das 8h30. UFRN indica que abalo teve magnitude de 2.1 graus na escala Richter.

Cidade de João Câmara fica localizada na falha geológica da Samambaia (Foto: Reprodução/LabSis)Cidade de João Câmara fica localizada na falha geológica da Samambaia (Foto: Reprodução/LabSis)
Cidade de João Câmara fica localizada na falha geológica da Samambaia (Foto: Reprodução/LabSis)
Os moradores da cidade de João Câmara, no Agreste do Rio Grande do Norte, voltaram a sentir um abalo sísmico, na manhã deste domingo (18). A defesa civil do município confirmou a informação, mas ressalta que não houve nenhum registro de dano material.
Nas redes sociais, durante esta manhã, várias pessoas relataram o abalo sísmico. Elisângela Trindade, responsável pela Defesa Civil de João Câmara, disse ao G1 que o tremor foi sentido por volta das 8h30.
"Desta vez, foi bem rápido, mas foi bem intenso, como uma forte explosão. Acredito que a cidade toda sentiu. Felizmente, não há registro de nenhum dano material. Mesmo assim, como João Câmara tem histórico de tremores, entramos em alerta e acionamos também a Defesa Civil do estado para caso de necessidade", comentou Elisângela Trindade.
De acordo com o Departamento de Sismologia da UFRN, o abalo sentido neste domingo teve magnitude de 2.1 graus na escala Richter, considerado baixo. A escala vai até 9 graus.
"Essas informações são preliminares, podendo sofrer alguma alteração, mas a princípio foi de magnitude 2.1 e o epicentro, provavelmente, foi bem perto da cidade, possivelmente na falha de Samambaia", disse Jorvi Juliá, professor do departamento de Geofísica da UFRN.
*G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário