segunda-feira, 24 de julho de 2017

Criciúma vence ABC e se aproxima de bloco que briga pelo G-4

Lucão e Caio Rangel garantem vitória do Tigre no Heriberto Hulse. Dalberto desconta para o Alvinegro, que aumenta a série negativa para oito derrotas

Caio Rangel comemora gol que garantiu vitória do Criciúma sobre o ABC (Foto: Caio Marcelo/Criciúma EC)

Criciúma se recuperou rápido do revés para o Boa Esporte e venceu o ABC por 2 a 1 na tarde deste sábado, no Estádio Heriberto Hulse. Lucão e Caio Rangel garantiram a vitória do Tigre, enquanto Dalberto descontou para o Alvinegro, que chegou à oitava derrota consecutiva nesta Série B, afundado na penúltima colocação. Com o triunfo em casa, o time catarinense alcançou os 23 pontos, na nona posição, e se aproxima do bloco que briga pelo G-4.

O ABC não tem nem tempo de respirar e volta a campo na terça-feira, quando recebe o Brasil de Pelotas no Frasqueirão, na abertura da 17ª rodada. O jogo vai marcar a estreia do técnico Márcio Fernandes, que acompanhou a partida deste sábado em um camarote do Heriberto Hulse. O Criciúma só joga no sábado, contra o Náutico, na Arena de Pernambuco.

O jogo

Silvinho teve a primeira chance para marcar para o Criciúma, mas errou a cabeçada após o cruzamento de Márcio Goiano. Depois foi a vez de Alisson Farias soltar a bomba para a grande defesa de Edson. O ABC respondeu com chute forte de fora da área de Dalberto. O empate persistia no primeiro tempo até o Tigre ganhar um gol de presente. Depois de batida cruzada da esquerda, Edson deu o tapa, Echeverría tentou afastar, a bola bateu em Lucão e entrou. Só revendo o lance para acreditar.

O Alvinegro conseguiu o empate no início da segunda etapa. Em contra-ataque, Zotti cruzou bem, Dalberto completou sem tanta força, mas Luiz aceitou. Daniel Cruz teve uma chance clara para a virada, mas errou ao tentar encobrir Luiz. O castigo veio logo no lance seguinte. Após boa jogada de Barreto, Edson fez a defesa parcial e Caio Rangel não perdoou no rebote. O ABC, comandado interinamente pelo preparador físico Ranielle Ribeiro, ainda colocou Caio Mancha e Gegê em campo, mas sem sucesso. O Criciúma também teve oportunidades para ampliar, mas Lucão e Caio Rangel desperdiçaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário