terça-feira, 22 de agosto de 2017

Audiência Pública sobre indústria salineira acontece no dia 5 de setembro


A Audiência Pública que discutirá os problemas enfrentados pela indústria salineira no Rio Grande do Norte, inicialmente agendada para o dia 2, foi adiada para 5 de setembro. O evento, proposto pela vereadora e pré-candidata ao Governo do Estado Clorisa Linhares (PSDC), será promovido na Câmara Municipal de Grossos, a partir das 9h.


O adiamento da audiência se deu após reunião entre a parlamentar e representantes do setor salineiro. No encontro, que contou com a presença dos empresários Marcos Alves, Lucas Alves e do advogado Lailson Ramalho, do Sindicato da Indústria do Sal (Siesal), foi solicitado que o evento pudesse ser transferido para a terça-feira, 5 de setembro, pedido atendido pela vereadora.

“Estamos solicitando o apoio do maior número possível de pessoas nessa luta que, com a participação imprescindível da população, certamente será vitoriosa, e cumprirá com o seu objetivo: garantir o emprego e a renda de milhares de trabalhadores e trabalhadoras desse importante segmento da economia potiguar”, pontuou Clorisa Linhares.

O principal ponto que será discutido na audiência é o relatório técnico produzido pelo IBAMA e IDEMA, que levou o Ministério Público Federal a propor Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que áreas ocupadas pelas salinas às margens dos rios sejam recuadas, o que, na prática, inviabilizará o funcionamento de inúmeras salinas pelo estado.

“Precisamos encontrar uma terceira via para a solução desse grave problema. Hoje, ou recua-se ou a questão será judicializada, o que não é bom para ninguém. Respeitamos a importância do Ministério Público e a defesa da preservação ambiental, mas os impactos socioeconômicos também precisam ser levados em consideração. Há outras opções viáveis para entrarmos em um consenso, por isso já estamos convidando especialistas no assunto para participarem da audiência”, conclui a vereadora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário