sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Fátima cobra liberação de emendas para Segurança Pública do RN


Durante pronunciamento em Plenário, a senadora Fátima Bezerra cobrou, nesta quinta-feira (17), a continuidade da Força Nacional de Segurança no Rio Grande do Norte e a liberação de duas emendas de bancada para o estado, que beneficiariam a área de segurança.

As duas emendas apresentadas ao Orçamento da União de 2017 foram contingenciados pelo governo federal. Os recursos seriam destinados para aquisição de veículos e de equipamentos, além da implantação de um Sistema de videomonitoramento, na região metropolitana de Natal.


Na tarde desta quinta-feira, a bancada do Rio Grande do Norte se reúne com o presidente Michel Temer para tratar da crise de segurança do estado. Em função de compromissos já agendados, a senadora não vai participar da audiência.  “Em nome da população do Rio Grande do Norte, que vive momentos dramáticos em razão da violência que se agravou em Natal e em todo o estado, desejo que a audiência com o Presidente da República seja  produtiva; que não fique apenas em promessas”, disse.

A senadora disse esperar que a bancada federal do Rio Grande do Norte consiga assegurar a liberação dessas duas emendas destinadas à segurança pública, no valor de R$ 18 milhões. Esses recursos podem ser utilizados para estruturação e modernização das Polícia Civil e Polícia Militar, polícias técnica e científica, Corpo de Bombeiros Militar e guardas municipais, além da modernização do sistema segurança pública, de inteligência e de investigação”, completou.

Fátima lamentou ainda os altos índices de violência divulgados recentemente pelo OBVIO – Observatório da Violência Letal Intencional do RN. De 1º de janeiro até 13 de agosto de 2017, foram registradas 1.518 mortes violentas, um aumento de 25,6% em relação a 2016. “A população do estado está totalmente à mercê da bandidagem. Já se foi o tempo, por exemplo, que a gente ainda trafegava pelas estradas com uma certa segurança. Isso acabou! O cenário lá do Rio Grande do Norte é um cenário de guerra, um cenário desolador. E eu não estou dizendo aqui que isso é um problema só do Rio Grande do Norte; e um problema nacional”, ressaltou. 

Fátima destacou que,  além de  buscar a liberação das emendas de 2017, articulará com a bancada a apresentação de novas emendas para a segurança, a serem incluídas no Orçamento Geral da União de 2018.


Nenhum comentário:

Postar um comentário