sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Potiguar relata tensão após atentado terrorista em Barcelona

Potiguar Cíntia Peixoto relata tensão em Barcelona; na foto de arquivo ela está próxima a local onde o atentado aconteceu (Foto: Arquivo pessoal)

A potiguar Cintia Peixoto Rodrigues, que mora há 10 anos em Barcelona, na Espanha, relata que as pessoas ficaram assustadas logo que se espalhou a notícia de um atropelamento na Rambla, uma das principais avenidas da cidade, nesta quinta-feira (17). Segundo a imprensa local, há mortos e vários feridos.

Uma van invadiu a via e atropelou dezenas de pessoas no que seria um atentado terrotista. 


"Eu acabei de chegar em casa. A situação está tensa por aqui. A polícia manda a gente não sair de casa e a gente ouve muitos helicópteros passando na região", disse ela ao G1. A potiguar mora há 20 minutos de distância do local do atentado. Outros brasileiros que estão em Barcelona também relataram o que viram.

Cintia soube do caso quando saía do trabalho, próximo ao aeroporto, 40 minutos distante do centro da cidade. Ela recebeu uma notificação no celular e procurou notícias dos amigos. A melhor amiga dela trabalha na Rambla.

"É a avenida mais movimentada da cidade e eu já evito passar lá, por causa da aglomeração de pessoas. Eu já tinha medo que acontecesse alguma coisa assim", afirmou.

De acordo com ela, parte do transporte público foi paralisado na região, mas ela conseguiu chegar em casa usando a linha de metrô que passa pelo centro da cidade, próximo à avenida. Duas linhas foram paralisadas, de acordo com ela.

"Estão todos assustados. O governo só disse que tem um morto até agora, mas os jornais falam de muito mais", conta ela.

*G1 RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário