quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Associação de Surdos de Mossoró pede apoio para criação de escola de LIBRAS

A Associação de Surdos de Mossoró (ASMO) utilizou a Tribuna Popular da Câmara, na sessão dessa quarta-feira (20), para pedir aos vereadores mais políticas públicas voltadas aos surdos.

Dentre as reivindicações está a criação de uma escola municipal bilíngue para o ensino da Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS), projeto de autoria do vereador Petras (DEM). “A escola municipal de Libras será um avanço enorme para os surdos de Mossoró. Agradecemos ao vereador Petras por dar andamento a este projeto.”, reforçou a representante da ASMO, Niáscara Valesca.

A vereadora e presidente da Câmara, Izabel Montenegro (PMDB), parabenizou a luta da ASMO e o projeto do vereador Petras e aproveitou o momento para relembrar um importante projeto encaminhado pelo vereador Raério Araújo (PRB), também voltado para a inclusão dos surdos. “Raério apresentou um projeto que visa trazer um intérprete de LIBRAS para a Câmara. Assim que o projeto for aprovado, ficarei muito feliz em contratar esse profissional. Todos os projetos de inclusão de pessoas deficientes são importantes e merecem o apoio dessa Casa.”, disse Izabel.

O vereador Petras também aproveitou o momento para agradecer a Izabel Montenegro. “Parabenizo a presidente desta Casa pela forma séria com que ela vem conduzindo a Câmara, sempre com posicionamentos que contribuem para a inclusão.”, finalizou.

O projeto da escola municipal bilíngue para surdos deve ser votado ainda este ano pelos vereadores da Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário