terça-feira, 12 de setembro de 2017

Ato fortalece mobilização em defesa da Uern



Integrantes da Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Uern foram recebidos pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP), nesta segunda-feira, 11, no Palácio da Resistência. O ato reafirma o compromisso da gestão municipal com a instituição e marca o início da campanha “A Uern nos Une”, que mobiliza a sociedade em prol do fortalecimento da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern).


O vereador e coordenador da Frente Parlamentar e Popular em Defesa da Uern, Professor Francisco Carlos (PP), lembrou o papel da universidade para o crescimento regional e pediu união em torno da instituição de ensino superior. Ao lado da deputada estadual Larissa Rosado e outros membros do movimento, ele entregou à prefeita uma camiseta símbolo da campanha.

“A Uern contribui de forma decisiva para o crescimento de todo o Estado, e precisamos nos unir em favor dessa causa, para que nossa universidade cresça, se fortaleça e continue ajudando a transformar a realidade de milhares de pessoas”, conclamou.

Parcerias

Ao reafirmar o apoio à Uern, Rosalba Ciralini destacou trabalhos conjuntos existentes entre a Prefeitura e a universidade. Ela ainda elencou a importância de uma parceria com o Governo Federal como alternativa para fortalecimento da instituição.

“Não falo da federalização, mas de parcerias mesmo, com destinação de recursos para assegurar projetos e tornar a Uern mais forte. Sabemos da importância da universidade, e reafirmamos nosso apoio, através da defesa e das constantes parcerias que temos”, ressaltou.

Campanha

A iniciativa denominada de “A Uern nos une” é uma forma de, através da criação de uma página no Facebook, unificar as vozes em defesa da Uern. Ao longo da campanha, serão divulgados vídeos, ações, imagens, e manifestações em torno de um único objetivo: fortalecer a universidade.

“Esse espaço democrático servirá para que possamos dar voz a todos os que defendem a Uern. Aqueles que têm ligação, direta ou indireta, e querem o bem da universidade”, detalha Francisco Carlos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário