quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Réu deixa júri antes de sentença e agora é procurado para cumprir 12 anos por homicídio



Fórum Dr. Silveira Martins, em Mossoró (Foto: Josemário Alves/Mossoró Hoje)Fórum Dr. Silveira Martins, em Mossoró (Foto: Josemário Alves/Mossoró Hoje)Fórum Dr. Silveira Martins, em Mossoró (Foto: Josemário Alves/Mossoró Hoje)

Um homem que era julgado por homicídio em Mossoró, na região Oeste potiguar, foi embora durante o próprio julgamento nesta quarta-feira (13), com autorização da Justiça. O motivo é que o acusado respondia o processo em liberdade e foi assistir ao júri por vontade própria, então não houve como impedir que ele saísse do fórum. Ao fim da sessão o homem foi condenado a 12 anos de prisão.
O fato aconteceu no Fórum Doutor Silveira Martins. Ronaldo Vieira de Souza, o acusado, de 33 anos, era julgado pelo crime que confessou ter cometido, o assassinato de Daniel Félix da Silva, ocorrido em novembro de 2010.
Como não foi preso em flagrante, Ronaldo respondia em liberdade pelo homicídio. Durante o julgamento ele descobriu que, caso fosse condenado, cumpriria a pena em regime fechado.
Foi quando decidiu ir embora. Os policiais que faziam a guarda no fórum tentaram impedi-lo, contudo o magistrado que conduzia a sessão autorizou a saída. Como não havia mandado contra Ronaldo de Souza, a lei não o proibia de deixar o local.
Quando Ronaldo já não estava mais no Fórum Doutor Silveira Martins, saiu a sentença: ele foi condenado a 12 anos de prisão. A Justiça expediu um mandado de prisão e, agora, Ronaldo Vieira de Souza é foragido.

*G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário