quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Com rebaixamento quase certo, Itamar Schülle entrega o cargo no ABC

Itamar Schülle ABC (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

Com quatro derrotas em oito jogos no comando do ABC, treinador pediu pra deixar o clube na manhã desta quarta-feira, após empate com o Guarani

Itamar Schülle ABC (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas) Itamar Schülle ABC (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
Itamar Schülle ABC (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)



Itamar Schülle não vai mais comandar o ABC nas oito últimas rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador decidiu entregar o cargo à diretoria na manhã desta quarta-feira, um dia após o empate com o Guarani, em Campinas. Com o rebaixamento praticamente certo - o time é o lanterna, com 22 pontos, e terá que vencer os oito jogos restantes -, o catarinense sentiu que não tinha mais o que extrair do grupo. A saída foi confirmada pelo presidente Judas Tadeu.
Sob o comando de Itamar, o ABC realizou oito jogos. Foram quatro derrotas - para Paysandu, Figueirense, Goiás e CRB -, três empates - Santa Cruz, Juventude e Guarani - e apenas uma vitória - Boa Esporte. Embora a diretoria soubesse que a missão era difícil, a chegada do treinador, no início de setembro, foi a última cartada do clube na tentativa de evitar a degola, mas a reação não veio. A crise financeira enfrentada pelo Alvinegro, com atraso de salários, também atrapalhou.
Nos últimos jogos, Schülle passou a utilizar garotos formados nas bases do clube como forma de deixar um legado para a temporada 2018. Tonhão se firmou na zaga, os meias Fessin e Berguinho viraram titulares, e o atacante Matheus Matias também ganhou oportunidade de estrear como profissional. O treinador frisou sempre que este trabalho poderá render negócios para o Alvinegro, o que seria importante neste momento de crise.

Nenhum comentário:

Postar um comentário