quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Fátima garante emenda de R$400 milhões para construção do Canal Apodi-Mossoró


A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado, presidida pela Senadora Fátima Bezerra, aprovou, nesta quarta-feira, uma emenda de comissão para a construção do ramal do Apodi-Mossoró. A emenda, valor de R$ 400 milhões, será encaminhada à Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, que analisa o Projeto da Lei Orçamentária Anual de 2018.

A proposta partiu de uma solicitação do Fórum Oeste Potiguar da Integração das Águas do São Francisco à presidente da CDR, no início deste ano. O relator das emendas na CDR, senador Paulo Rocha, acolheu quatro emendas de apropriação e quatro de remanejamento, das 136 emendas apresentadas pelos parlamentares.
“Palavra dada é palavra cumprida. Acabamos de aprovar na CDR uma emenda para a construção do ramal Apodi/ Mossoró. Temos também o compromisso do senador Dário Berger, presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO), de acatar a emenda da Comissão na LOA de 2018. Seguimos firmes na luta”, disse.
Além da emenda para o ramal do Apodi, a comissão aprovou emendas para Projetos de Infraestrutura Turística, no valor de R$ 500 milhões; Projetos de Desenvolvimento Sustentável Local Integrado, no valor de R$ 400 milhões; e para Desenvolvimento de Assentamentos Rurais do INCRA, no valor de R$ 260 milhões.
Também foram aprovadas emendas de remanejamento para a construção da primeira etapa do Canal de Xingó, na Região Nordeste; de implantação, ampliação e melhoria de sistemas públicos de esgotamento sanitário em municípios com população de até 50.000 Habitantes; e de promoção de investimentos em infraestrutura econômica, na região Centro-Oeste.

Bancada 

Durante a reunião da bancada do Rio Grande do Norte, a senadora Fátima Bezerra defendeu, na terça-feira, a apresentação de emendas de bancada para a questão hídrica do estado, como a construção do Ramal do Apodi e a conclusão da barragem de Oiticica.
Fátima defendeu ainda a apresentação de emendas para as universidades federais do Rio Grande do Norte, Ufersa e UFRN, o Instituto Federal do RN e para a universidade estadual, UERN. “As instituições de ensino são um dos nossos maiores patrimônios”, defendeu.
Também foram solicitadas emendas para modernização e recuperação dos Portos do RN, para melhoria da infraestrutura rodoviária, segurança pública e outros temas de interesse de diversas prefeituras. “Esses projetos são estruturantes para o desenvolvimento econômico e social do nosso estado”, disse. “ Temos também que cobrar do governo federal a liberação dos recursos e o empenho das emendas de bancada deste ano” completou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário