segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Feira do Semiárido premia 90 projetos


Um dos momentos mais aguardados pelos participantes da Feira de Ciência do Semiárido Potiguar aconteceu nesta sexta, 27. A solenidade que marca o encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e a premiação da Feira de Ciência da Ufersa, esse ano ganhou ares de espetáculo e foi realizada pela primeira vez no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, em Mossoró.

E a primeira experiência no Teatro não poderia ser melhor. Foi lotação. Professores, pais e, principalmente, alunos fizeram questão de acompanhar toda a premiação que começou com a exibição do curta “Carne de Santa”, do estudante da Licenciatura em Educação do Campo, Francisco Bezerra. Na sequência, houve o lançamento da Campanha “Natal Sem Fome”, edição 2018 (confira mais detalhes sobre a Campanha nesta segunda).
As premiações da Feira começaram a ser entregues com a exibição de um vídeo cheio de efeitos especiais e produzido pela equipe do Projeto Ciência RN. No enredo, estava o professor “FeliPI” (Felipe Ribeiro) e a estudante Bárbara falando de ciência e mostrando o clima da Feira do Semiárido. A história, que misturou heroísmo e educação, saiu das telas e invadiu o palco. Os personagens do vídeo foram os responsáveis pela apresentação de toda a solenidade.
A cada nome anunciado o público reagia com alegria e palmas. Ao todo, foram premiados 90 trabalhos. Os estudantes e professores dos projetos receberam troféus, medalhas e certificados. Na solenidade, foram conhecidos os melhores trabalhos das feiras regionais realizadas nas 6 DIRECs (Diretórios Regionais de Educação) conveniadas ao projeto Ciência para Todos e também vários projetos em destaque. O ponto alto da premiação foi a entrega das credenciais pelo Reitor José de Arimatea de Matos para as feiras científicas nacionais e internacionais como a  Mostratec, MILSET, Febrace (Feira Brasileira de Ciência e Engenharia), Feiras de Ciências do Equador, Perú e Portugal.
O projeto escolhido como o 1º lugar geral da Feira foi o último a ser anunciado. O trabalho “Tapete de Segurança: uma alternativa para prevenção de acidentes domésticos com crianças de 0 a 9 anos de idade”, dos estudantes Wallace Rodrigo Lopes e Antonio Luis de Menezes, da Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal, foi o grande vencedor. Os
Na ocasião, a organização da Feira de Ciência ainda entregou uma comenda ao professor Ronildo Nicodemos, pelo seu envolvimento com o evento e com o tema da Matemática; e também premiou o professor Antonio Serginaldo de Oliveira Bezerra, da Escola Estadual Raimundo Gurgel, de Mossoró, com o título de professor Nota 10.
A Feira de Ciências 2017 reuniu mais de 200 projetos com a participação de 550 alunos e de 140 professores. O evento integrou a programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que este ano trabalhou o tema “A matemática está em tudo”. Em 2018, o tema da SNCT será a Ciência como agente de transformação social.


Nenhum comentário:

Postar um comentário