domingo, 12 de novembro de 2017

Colóquio continental na Argentina tem participação da reitora da UFRN AR

Momento é preparatório para evento em 2018 no qual será feita uma nova declaração de princípios e diretrizes para a Educação superior na América Latina e no Caribe para os próximos 10 anos

O debate continental “Educación Superior, diversidad cultural e interculturalidad en América Latina”, na tarde desta sexta-feira, 10, contou com a explanação da reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz. Com formato de painel e junto com Natividad Nassif, reitora da UNSE, instituição argentina, e sob a coordenação de Elida Duarte Sánchez, as painelistas endossaram a existência de relações entre estes campos e outros temas de grande importância em toda agenda latino-americana, como a inclusão social e o papel do ensino superior, da ciência e da tecnologia para um desenvolvimento sustentável. 

Elas defenderam a necessidade de formular políticas governamentais e de cooperação internacional em questões relacionadas à diversidade cultural como um meio de construção de um espaço mais justo e criativo. Contudo, pela manhã, a reitora já havia conduzido individualmente a sessão “Las universidades brasileñas y los objetivos para el desarrollo sostenible”.

O painel especial de número 7 que problematizou a diversidade cultural e a interculturalidade antecedeu o encerramento oficial do Coloquio Regional Balance de la Declaración de Cartagena y Aportes para la Conferencia Regional de Educación Superior 2018, que ocorre desde quinta-feira, 9, na Universidad Nacional de las Artes (UNA), em Buenos Aires, Argentina. Segundo a reitora Ângela Paiva, o Colóquio é preparatório para a conferência da educação superior de Córdoba, na Colômbia, em 2018, “momento em que será feita uma nova declaração de princípios e diretrizes para a Educação superior na América Latina e no Caribe para os próximos 10 anos”. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário