terça-feira, 7 de novembro de 2017

Sandra Rosado lamenta ‘zona de guerra’ no RN


Na sessão de hoje da Câmara Municipal de Mossoró, a vereadora Sandra Rosado (PSB) lamentou a situação da segurança pública no Rio Grande do Norte, o qual, segundo ela, transformou-se em zona de guerra em razão da escalada de homicídios.

“Considera-se zona de guerra uma taxa de 40 assassinatos para um universo de 100 mil habitantes, e o Rio Grande do Norte alcança 57 vítimas para cada 100 mil pessoas”, observa a parlamentar, alertando que a situação pode ficar pior.
“Essa zona de guerra pode ficar sem proteção, porque a Polícia Militar e a Polícia Civil anunciaram que podem entrar em greve, a partir do dia 13. Algo precisa ser feito, com urgência”, alerta Sandra, que também se pronunciou sobre saúde.
Duarte Filho
A vereadora disse estranhar o silêncio do Ministério Público sobre a demolição do Hospital Duarte Filho. “A Promotoria se mobilizou em recente obra num imóvel privado, do espólio de Dix-neuf Rosado, mas não faz o mesmo num hospital filantrópico?”.
Homenagem
Sandra Rosado também registrou, no plenário, a passagem do Dia do Radialista, celebrado nesta terça-feira (7). “Meus parabéns a todos os profissionais de rádio pelo serviço social que realizam e que continua altamente relevante no mundo atual”, reconhece.
Uern
Também na sessão de hoje, a parlamentar protestou contra a suspensão do atendimento a servidores da Uern, por atrasos ao plano de saúde Unimed. “Peço que a Câmara envie um expediente ao Governo do Estado, pleiteando a normalização do pagamento”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário