segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Temer retorna ao trabalho no Planalto depois de passar por angioplastia em SP

Agenda do presidente prevê reuniões nesta segunda com dois deputados e com o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

O presidente Michel Temer retornou ao trabalho no Palácio do Planalto na tarde desta segunda-feira (27). Mais cedo, ele recebeu alta da equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde realizou na sexta (24) uma angioplastia de três artérias coronárias.
Conforme a assessoria da Presidência, Temer chegou ao Planalto por volta das 14h10. Antes, ele passou pela residência oficial do Palácio do Jaburu.


A agenda oficial do presidente prevê duas reuniões na tarde desta segunda. Ele deve se encontrar com os deputados Efraim Filho (DEM-PB) e Misael Varella (DEM-MG), às 16h. Às 17h30 está programada reunião com o presidente da Petrobras, Pedro Parente.
Um dos médicos que atendeu Temer em São Paulo, o cardiologista Roberto Kalil Filho afirmou que o presidente está liberado para retomar as atividades, mas recomendou uma “semana um pouco mais leve”.
Pelo Twitter, o presidente agradeceu a equipe médica. “Bom dia! Agradeço os cuidados da equipe médica e o carinho das pessoas que torceram e rezaram por mim. Já, já estarei de volta ao trabalho”, escreveu.
Conforme Kalil, as três artérias tratadas do presidente tinham obstruções de cerca de 90%. Optou-se por colocar stents em duas das artérias. Na terceira, foi realizada uma angioplastia, o alargamento da artéria. Em São Paulo, Temer também passou por avaliação urológica. Em outubro, ele realizou uma cirurgia na próstata, também no Sírio-Libanês.
O presidente retoma as atividades em meio ao esforço do governo para aprovar a versão mais enxuta da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados. De olho nos votos dos parlamentares, Temer também discute a continuidade da reforma ministerial.
Até o momento, houve apenas uma mudança no primeiro escalão do governo: a entrada do deputado Alexandre Baldy (sem partido-GO) no Ministério das Cidades, na vaga do também deputado Bruno Araújo (PSDB-PE).


Nenhum comentário:

Postar um comentário