quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Câmara aprova utilidade pública do sal de Mossoró


Projeto é de autoria da vereadora Sandra Rosado

 
Em meio a dificuldades do setor salineiro potiguar, a Câmara Municipal de Mossoró aprovou, nesta quarta-feira (6), o reconhecimento da utilidade pública do sal produzido em Mossoró.

Autora do projeto, a vereadora Sandra Rosado (PSB) explica que a lei é mais um subsídio para que ocorra o mesmo a nível nacional, conforme reivindicado à Presidência da República.
“Além disso, faz justiça à importância do sal para o Rio Grande do Norte e o Brasil, em razão dos seus reflexos positivos na economia, na saúde pública e no social”, argumenta.
O projeto estará pronto para a sanção da Prefeitura na próxima semana, quando a Câmara votará a redação final, cumprindo formalidade legislativa. A matéria é consensual no Parlamento.
“Dessa forma, Mossoró fortalece o pleito pela oficialização do interesse social do sal para o país, fundamental para ajudar o setor a vencer a crise que atravessa”, diz Sandra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário