domingo, 3 de dezembro de 2017

Governo Temer tem aprovação de 5% e reprovação de 71%, diz Datafolha

Índice dos que consideram o governo regular fica em 23%. Instituto ouviu 2.765 pessoas nos últimos dias 29 e 30 de novembro.
Governo de Michel Temer tem 71% de reprovação, diz Datafolha
Avaliação do governo do presidente Michel Temer (Foto: Arte/G1) Avaliação do governo do presidente Michel Temer.


Avaliação do governo do presidente Michel Temer (Foto: Arte/G1)
Pesquisa do instituto Datafolha divulgada neste domingo (3) pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB):
Ruim/péssimo: 71%
Regular: 23%
Ótimo/bom: 5%
Não sabe: 1%
O Datafolha fez 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
O nível de confiança da pesquisa, segundo o jornal, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
No final de setembro, a pesquisa anterior do Datafolha sobre a aprovação do governo Temer apontou que 73% o consideravam ruim ou péssimo; 20% o consideravam regular; 5% bom ou ótimo; e 2% não souberam opinar.
Em junho, a pesquisa do Datafolha sobre a aprovação do governo Temer apontou que 69% o consideravam ruim ou péssimo; 23% avaliavam o governo como regular; e que 7% o consideravam bom ou ótimo; 2% não souberam opinar.
Expectativas
Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", 50% dos entrevistados dizem acreditar que o desemprego vai aumentar; 26% deles acha que vai ficar como está; e 21% que vai diminuir.

Já o poder de compra vai diminuir para 42% dos entrevistados; vai ficar como está para 34%; e vai aumentar para 19%.
PESQUISA DATAFOLHA: 29 E 30 DE NOVEMBRO
Lula tem 34%, Bolsonaro, 17% e Marina, 9%, aponta pesquisa Datafolha para 2018
Governo Temer tem aprovação de 5% e reprovação de 71%, diz Datafolha
Brasileiro espera aumento da inflação, diz Datafolha
Datafolha aponta que 29% votariam em candidato indicado por Lula



Nenhum comentário:

Postar um comentário