sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Mossoró recebe Carreta de Saúde Contra a Hanseníase

Mossoró recebeu hoje a Carreta da Saúde contra a Hanseníase. O veículo é equipado com cinco consultórios e um laboratório e está percorrendo o país na missão de contribuir para a erradicação da hanseníase no Brasil. Na oportunidade, a população está realizando consultas, exames e tirar dúvidas sobre a prevenção e controle da doença.

A prefeita Rosalba Ciarlini visitou e carreta e falou da importância da cidade está recebendo o serviço. “Nós fizemos questão que Mossoró entrasse na rota dessa carreta. Um serviço de extrema importância para detectar a hanseníase e também prevenir. Além disso os profissionais das unidades básicas de saúde estão sendo capacitados para detectar a doença e também para o tratamento”, disse a prefeita.
O secretário municipal de Saúde, Benjamin Bento, destacou a importância de detectar a hanseníase precocemente e também do tratamento que é oferecido pelo município. “É importante que as pessoas que tem algum sintoma da doença, procurem a Unidade Básica de Saúde. Todos estão capacitados para receber o paciente. Sendo detectada a doença o paciente já começa a ser tratado, o município disponibiliza todo o tratamento”, disse o secretário.
A carreta fica na cidade até amanhã e está estacionada na Estação das Artes Elizeu Ventania, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Receberá as demandas encaminhadas das Unidades Básicas de Saúde e também estará aberta a população que apresente os sintomas da doença e pessoas que tenham familiares que já tiveram Hanseníase.
Os principais sintomas da doença são: dormências, dor nos nervos dos braços, mãos, pernas e pés; manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas na pele; lesões de pele (caroços e placas pelo corpo) com alteração da sensibilidade ao calor, ao frio e ao toque e áreas da pele com alteração da sensibilidade mesmo sem lesão aparente e também diminuição da força muscular.
A Carreta da Saúde contra a Hanseníase aqui no estado já passou por Natal e Parnamirim. Esse projeto existe desde 2009 e nesses anos já beneficiou mais de 20 mil pessoas, chegando ao diagnóstico de mais de 2 mil casos de Hanseníase. Chega a Mossoró através de uma parceria entre a Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde, Instituto de Medicina Tropical da UFRN e a empresa Novartis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário