quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Paulo Campos compara Fátima Bezerra a meteoro


Em face dos índices apresentados nas últimas pesquisas para o governo do estado do Rio Grande do Norte, onde aparece a senadora Fátima Bezerra em primeiro lugar, comentou o pré-candidato Paulo Campos, durante o encontro do Ágape no Iate Clube, realizado na última semana: “O Rio Grande do Norte sendo governado pelo PT, na figura da senadora Fátima Bezerra, seria como um meteoro caindo em nosso estado, provocando um efeito cataclísmico”. O grupo Ágape, que é composto por médicos, advogados, empresários, e professores universitários da cidade de Natal, discutiu sobre diversos assuntos relacionados a gestão política no Estado.

Segundo Paulo Campos, a crise enfrentada pelo Rio Grande do Norte pode ser sanada através de um planejamento eficiente, oriundo de um gestor desvinculado de influências políticas. “Em face desses efeitos da crise, é necessário que seja realizado um planejamento estratégico, o qual só pode ser produzido por um gestor, que deve tomar uma série de medidas que minimizem o déficit público. No entanto, o nosso governo sempre foi composto por políticos representantes de uma velha oligarquia, visando seus próprios interesses pessoais. Nós precisamos de um gestor no governo do Estado, e a senadora Fátima Bezerra representa a classe dos políticos demagogos, populistas, que nunca meteram um prego numa barra de sabão”, destaca Paulo Campos.

Paulo Campos é médico, advogado, oficial da reserva, e empresário, sendo atual pré-candidato ao governo do Rio Grande do Norte pelo partido Livres, renovação do Partido Social Liberal (PSL). Em relação a situação política e econômica do país, Paulo acredita que estamos vivendo em um momento de crise de valores morais e éticos, causado pela influência do Partido dos Trabalhadores (PT) durante o tempo em que esteve no poder.

*Fonte: Caderno Mil - Por: Gilberto de Sousa



Nenhum comentário:

Postar um comentário