sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

PF investiga recebimento irregular de Seguro Defeso no litoral potiguar

Policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão em uma colônia de pescadores em Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar (Foto: PF/Divulgação)

Deflagrada na manhã desta sexta (1º), operação 'Entre Dois Rios' cumpre mandados em Tibau do Sul, no litoral Sul do estado.
A Polícia Federal, juntamente com a Força-Tarefa Previdenciária, deflagrou na manhã desta sexta-feira (1º) uma operação denominada ‘Entre Dois Rios’. O objetivo é investigar o recebimento irregular do Seguro Defeso, que estaria sendo pago a pessoas que não vivem da pesca ou que possuem outra fonte de renda.


Cerca de 20 policiais federais foram destacados para o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em uma colônia de pescadores em Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar.
Mais de 800 requerimentos estão sendo analisados pelos investigadores, que já apuraram um prejuízo inicial de pelo menos R$ 100 mil aos cofres públicos. Há indícios de que alguns dos peixes cobertos pelo defeso nem existem em Tibau do Sul.
Ainda de acordo com a PF, ‘Entre Dois Rios’ é a tradução da palavra de origem tupi ‘Tibau’, que vem da junção de ti + paum.
Seguro Defeso
O Seguro Defeso é o seguro-desemprego do pescador artesanal profissional, sendo concedido em períodos de defeso das espécies – que é quando a pesca é proibida em razão da reprodução de peixes e crustáceos.
O dia 1º de dezembro marca o início do período de defeso da lagosta e de alguns peixes de água doce no litoral nordestino.


Nenhum comentário:

Postar um comentário