terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Prefeitura cria cidade cenográfica para relembrar personagens históricos de Apodi


Aconteceu na noite do último sábado (16), o lançamento do projeto Caravana Natalina, com a inauguração de uma cidade cenográfica no Centro de Apodi. A ideia é coordenada pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e visa resgatar personagens históricos que marcaram época no município, permitindo o acesso cultural para as crianças e suas famílias, assistidas pelos programas sociais.


A cidade cenográfica foi montada na Praça Francisco Pinto, em frente à Prefeitura. Lá, estão expostas figuras como o Velho Traça, Dona Vicência, Seu Ciço, entre tantos outros que fizeram história em Apodi. A cidade cenográfica permanecerá aberta à visitação até o dia de Natal, quando se encerrará a Caravana Natalina.

A Caravana

Com o tema “É Natal no Sertão do Apodi”, o projeto sociocultural percorrerá diversas comunidades rurais, desenvolvendo uma programação com contação de estórias, oficina de desenho e fantoches, teatro de fantoches e olimpíadas de brincadeiras infantis.

Segundo a secretária Isiany Menezes, a Caravana Natalina foi pensada para todo o Apodi e que, portanto, não poderia deixar a zona rural de fora. “Nosso objetivo é levar cultura e conhecimento para o máximo de jovens e crianças possíveis. Durante uma semana, a Caravana chegará em cada comunidade em um ônibus caracterizado e que levará toda a trupe envolvida”, esclarece.

As comunidades que receberão o projeto são Góis e Soledade, na região da Chapada, Juazeiro, na região do Vale, Córrego, na região da Areia, e Melancias, na região da Pedra.

No dia 25 de dezembro, a Caravana Natalina chegará à zona urbana, onde realizará um cortejo do Calçadão da Lagoa até a praça da Matriz, encerrando com uma grande festa com músicas, teatro, circo, brincadeiras, praças de alimentação e brinquedos.

“Será um momento marcante para todos que participarem, pois estamos trabalhando o fortalecimento de vínculos, e isso acaba que refletindo no relacionamento entre a família. A cidade cenográfica, por exemplo, permite a troca de experiências e de sabedorias de pai pra filho. Isso é muito importante”, conclui Isiany Menezes, secretária de Assistência e Desenvolvimento Social de Apodi.


Nenhum comentário:

Postar um comentário