GOVERNO RN

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Servidores da saúde realizam apagão contra atrasos salariais


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estadual reduzirá a sua frota nesta terça-feira (9) por 24 horas. A medida é uma forma de protesto contra o Estado, que está devendo os salários de dezembro e o 13º ao funcionalismo público.

A informação foi repassada pelo Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde), que explicaram que em um dia comum de trabalho a SAMU envia 14 ambulâncias às ruas de Natal e região Metropolitana, porém terá apenas quatro carros durante a paralisação.


O protesto dos servidores foi intitulado de “Apagão” e já está em andamento em outras unidades de Saúde. O Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Lacem), na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), e nos hospital Monsenhor Walfredo Gurgel e o Hospital Ruy Pereira.

Sindsaúde

Os servidores que chegarem a esta unidades não serão autorizados a entrar e os que estão deixando o plantão só podem sair. De acordo com coordenador geral do Sindsaúde, Manoel Egídio informou que nas outras unidades hospitalares estão com 70% dos servidores trabalhando como manda a lei de greve.

Os servidores da Saúde cobram o pagamento da folha, além de melhores condições de trabalho e sucateamento das ambulâncias.

Portal No Ar



Nenhum comentário:

Postar um comentário