GOVERNO RN

segunda-feira, 5 de março de 2018

Após vitória, técnico do ABC elogia postura no Clássico Rei: "Fomos soberanos"


ABC mandou no Clássico Rei diante do América-RN na vitória por 2 a 0 neste sábado, no Frasqueirão. Durante todo o duelo, o Alvirrubro só conseguiu chegar com perigo em uma única oportunidade, em chute na trave de Adriano Pardal. No mais, só deu o Alvinegro.

Para o técnico Ranielle Ribeiro, a performance da sua equipe em campo é digna de elogios. Ele avalia que o time foi "soberano" no confronto, não deixou o Alvirrubro jogar e vê a a vitória como um "passo gigantesco" para o título do segundo turno.
Os meninos foram insanos. A gente sabia, eu falei pra eles na preleção, apesar do campeonato ainda não estar definido, ainda temos três partidas, esse passo gigantesco ia nos dar uma credibilidade, uma tranquilidade pra terminar o campeonato, muito boa. A gente também tem que enaltecer o trabalho que é feito aqui dentro, um trabalho invisível dos nosso preparadores físicos, dos fisiologistas, do meu auxiliar, o professor Gilmar Oliveira, do próprio trabalho do professor Wlamir Machado (treinador de goleiros), de toda comissão técnica que aqui existe. Porque nós fomos soberanos no jogo, não só na situação de tomar a decisão, da qualidade, mas também fisicamente - destacou.

Ranielle destacou que o ABC tomou "conta do jogo de uma forma que nem nós esperávamos". Uma das sacadas do treinador antes da partida foi a escalação de Higor Leite na vaga de Anderson Pedra e a utilização de Erivélton como segundo volante. Segundo ele, que havia garantido a entrada de Jardel na vaga, isso deu mais qualidade à saída de bola da equipe. A decisão foi tomada ainda no duelo contra o Baraúnas, na rodada passada, e também levou em consideração a postura do Alvirrubro contra o Potiguar.

Na verdade, eu menti pra vocês, eu pedi desculpas antes do jogo. Eu já tinha definido na quarta-feira contra o Baraúnas. Quando eu vi aqueles 26 minutos na forma que foi com Higor Leite dando a dinâmica e pensando no Erivélton. Quando a gente fez o 3 a 0, eu chamei o Gilmar Oliveira (auxiliar) e falei que a gente ia iniciar com Guedes e Erivélton no clássico e com Higor por dentro. Desde aquele momento eu já tinha definido. Potencializou, quando eu fui ver como o América-RN jogou contra o Potiguar, a forma defensiva. E como ele viria. E só pontuou o que eu queria fazer - disse.

Com a vitória, o ABC chegou aos 12 pontos e abriu cinco de vantagem contra o América-RN, vice-líder, no segundo turno do Campeonato Potiguar, com apenas nove em disputa - faltam apenas três jogos. Se conquistar o segundo turno, o time leva a competição de forma direta - sem a necessidade de finais -, já que também ganhou o primeiro.

Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário