quarta-feira, 25 de abril de 2018

Custo médio da cesta básica em Mossoró é de R$ 219,17, aponta pesquisa SEDAT


A Pesquisa de Determinação do Preço da Cesta Básica em Mossoró, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Agricultura e Turismo (SEDAT), apontou que o valor da cesta básica, composta de 22 produtos de consumo básico para alimentar uma pessoa adulta no período de 30 dias, calculado pela média de 8 estabelecimentos ficou em R$ 219,17.

Para uma família média, de dois adultos e 2 crianças, o valor é multiplicado por três, considerando que duas crianças consomem o equivalente por 1 adulto, conforme a metodologia utilizada pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o custo médio da cesta fica em R$ 657,51.

Os produtos que apresentaram maior percentual de diferença entre estabelecimentos foram o sal com variação de 236,59%, oscilando entre R$ 0,41 e R$ 1,39 o quilo; a laranja que teve variação de 192,01%, encontrada entre um mínimo de R$ 1,09 a um máximo de R$ 3,18 o quilo; o mungunzá 182,17%, sendo encontrado entre R$ 1,29 e R$ 3,64 o pacote de 500g; a carne moída 116,53%, oscilando entre R$ 7,38 e R$ 15,98 o quilo; o tomate 106,32%, encontrado entre R$ 1,74 e R$ 3,59 o quilo; e o óleo 104,22%, variando entre R$ 3,08 e R$ 6,29 a garrafa de 900ml.

Conforme o salário mínimo nacional (R$ 954,00) é necessário que o trabalhador trabalhe aproximadamente 51 horas para conseguir obter a alimentação básica. Quando se compara o custo da cesta básica com o salário mínimo liquido (R$ 877,68), ou seja, após o desconto previdenciário (8%) observa-se que o trabalhador assalariado que reside em Mossoró, precisou 25,02% da sua renda básica para aquisição dos produtos básicos de alimentação. Quando analisado pela ótica da família (R$ 657,51) é necessário destinar 74,91% da renda básica.

Para esta pesquisa foram consultados os preços em 8 diferentes estabelecimentos entre os dias 17 a 20 de Abril de 2018. São levantados os preços dos produtos que apresentam o menor valor e não são consideradas as marcas. A pesquisa será realizada mensalmente.

A SEDAT observa que os preços verificados dizem respeito aos dias em que a coleta foi realizada, dessa forma, podem ser diferentes atualmente, já que estão sujeitos a mudança conforme a data da compra, até por ocasião de ofertas e promoções. Além disso, lojas da mesma rede podem praticar preços diferenciados.

Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário