quinta-feira, 26 de abril de 2018

Facebook revela o que pode e o que não pode nas postagens da rede social


O assunto do semana no universo das mídias sociais é a abertura pelo Facebook, pela primeira vez, dos detalhes de sua política de análise de postagens para identificar aquelas que serão eliminadas. Trata-se de um documento que aborda as regras adotadas pela rede social para diferentes assuntos. Sobre a violência, por exemplo, a política do Facebook diz que nenhum conteúdo que ameace uma pessoa vulnerável ou minoria pode ser postado e que pessoas engajadas com o terrorismo, grupos de ódio, crime organizado, entre outros, não podem participar da rede social. O Facebook proíbe também publicações com conteúdo de pedofilia e discursos de ódio contra raça, religião, orientação sexual, deficiência etc. O documento não faz referência à publicação de Fake News.

De acordo com Monika Bickert, vice-presidente global de gestão de produtos do Facebook, a empresa resolveu tornar pública essas diretrizes por duas razões. "A primeira, é que as diretrizes ajudarão as pessoas a entender onde fica nosso limite em problemas com várias nuances. A segunda, é que prover esses detalhes torna mais fácil para todos, incluindo especialistas em várias áreas, a nos dar sugestões de como podemos melhorar as diretrizes e nossas decisões ao longo do tempo.", afirma a executiva. Há 11 escritórios da empresa pelo mundo pesquisando sobre essas diretrizes e cerca de 7,5 mil moderadores.

Confira aqui o documento completo da política de publicações do Facebook: https://www.facebook.com/communitystandards/

Fonte: Blog da Juliska

Nenhum comentário:

Postar um comentário