terça-feira, 17 de abril de 2018

"Fátima (Senadora) fala mais em Lula do que no Hospital Tarcísio Maia", critica Kelps Lima


Parlamentar acusa governadorável Fátima Bezerra (PT) de estar desconectada com os problemas do RN e só falar nos temas nacionais.

De passagem por Mossoró no último final de semana, o Deputado Estadual e Presidente do Solidariedade, Kelps Lima, tratou de alfinetar a senadora e pré-candidata ao governo do estado Fátima Bezerra de estar desconectada dos problemas por que passa o Rio Grande do Norte, "A senadora Fátima Bezerra (PT), a quem admiro pela sua história de luta, prece estar muito desconectada dos problemas enfrentados pelo nosso estado. Ela fala mais em Lula e em golpe do que no Tarcísio Maia", acusou o também pré-candidato ao governo pelo solidariedade.

A afirmação foi feita durante entrevista ao programa meio dia Mossoró na FM 95 TCM, apresentado pelos jornalistas Bruno Barreto e Carol Ribeiro na última sexta-feira (13)

Nota

A crítica ainda foi reforçada através de nota emitida pelo partido que o Deputado comanda, após a Senadora ter sido também entrevistada pelo mesmo programa durante sua estada em Mossoró, no sábado (14), quando da realização de encontro de filiação do PT na Câmara Municipal.

Pela nota, as palavras da Senadora parecem ter dado ainda mais combustão as convicções do crítico parlamentar.

Confira a nota abaixo abaixo

ENTREVISTA DO JORNALISTA BRUNO BARRETO MOSTRA FÁTIMA CONECTADA COM OS PROBLEMAS NACIONAIS E SEM FOCO NO RIO GRANDE DO NORTE

Entrevista que foi publicada hoje, domingo, 15 de abril, pelo jornalista Bruno Barreto, de Mossoró, reforça observações que o deputado Kelps Lima vem fazendo há dias sobre a senadora Fátima Bezerra.

Na entrevista Fátima não apresenta projetos para o Rio Grande do Norte, o que é de se esperar de qualquer postulante do cargo de governador. Fátima, apesar de coerente com seu histórico político, se detém principalmente em defender Lula, falar sobre o suposto Golpe e repetir o Fora Temer.
“Fátima é uma pessoa séria, não há o que se dizer disso. Está em primeiro nas pesquisas. Então, todos os potiguares estão olhando para ela. Mas, neste momento, o discurso dela é inadequado para o Rio Grande do Norte. Precisamos de pré-candidatos que daqui para o dia 1º de janeiro de 2019 estejam sintonizados com os nossos problemas locais e se comunicando com a sociedade potiguar”, analisa Kelps. “A leitura que se faz da entrevista a Bruno Barreto é a de que Fátima continua desconectada com o Rio Grande do Norte e dando prioridade à pauta nacional”, observa Kelps.



Nenhum comentário:

Postar um comentário