sexta-feira, 13 de abril de 2018

Iniciativas da UFRN para inovação são apresentadas na Campus Party

As necessidades e os exemplos reais de iniciativas para a inovação do ensino foram apresentados na atividade “Educar para o Futuro”, dentro da programação da Campus Party Natal. O ciclo de palestras aconteceu na última quinta-feira, 12, e contou com a participação da reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz, que defendeu a educação técnica e humanística para a formação plena do cidadão.
“Estamos numa sociedade globalizada e movida pela alta tecnologia, na era da informação. Portanto, a educação que queremos e precisamos deve ser pensada de acordo com essa nova realidade, com o papel de formar o aluno para o mundo, o que inclui responsabilidade social e valores cidadãos”, explicou a reitora, que expôs ações da UFRN voltadas à educação do futuro. Entre elas estão a internacionalização, a educação a distância, o bacharelado em primeiro e segundo ciclos, empresas juniores, incubadoras e atividades desenvolvidas no Instituto Metrópole Digital (IMD).
Também participaram do momento o idealizador do projeto Células Empreendedoras, Genésio Gomes, e o coordenador da metodologia Meu Planejamento de Futuro (MeF), Jaime Araújo. Genésio enfatizou a importância da inovação da educação nas instituições de ensino, que devem preparar estudantes capacitados para pensar em oportunidades e problemas ao invés de carreiras e empregos. Entre as soluções já existentes nesse sentido está o projeto Células Empreendedoras, que reúne atividades baseadas no empreendedorismo e na inovação.
Jaime, por sua vez, mostrou a proposta da pedagogia da paixão, na qual os professores são convidados a canalizar as paixões de cada estudante para aproveitá-las nos estudos. Como exemplo está o mundo dos games, do qual foram retirados os elementos de aprendizado em rede, reconhecimento e mentoria para uso em sala de aula.


UFRN na Campus Party
A UFRN está presente na Campus Party Natal desde a proposição para realização no Rio Grande do Norte, com participação ativa no planejamento e, também, na programação do evento, que conta com palestras e workshops ministrados por docentes da universidade. O palco Feel the Future recebe o professor Júlio Rezende às 8h30 do dia 13 para apresentar o projeto Habitat Marte, primeira estação de pesquisa do hemisfério sul com simulação de experiências no planeta vermelho. Na mesma data, o professor José Dias do Nascimento comanda a palestra “O que faz um planeta ser habitável?” no palco Steam, às 17h.
Além destes, o diretor da incubadora Inova Metrópole e do Parque Tecnológico Metrópole Digital, Anderson Paiva Cruz integra o painel “Como as comunidades podem contribuir com o empreendedorismo?”, programado para o dia 14, às 14h. Já os alunos da universidade participam do evento em espaços como a mostra de projetos acadêmicos e o Startup & Makers, onde empresas incubadas e pré-incubadas da Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD), apresentam seus projetos inovadores. A incubadora oferece ainda o serviço de mentoria na área Campus Future e ministrará oficina no estande do Sebrae.
Representantes do Parque Tecnológico Metrópole Digital estarão no estande da Prefeitura do Natal, no espaço Open, para prestar esclarecimentos e realizar o pré-credenciamento e a prospecção de novas empresas. Os empreendedores interessados podem obter informações sobre os benefícios fiscais, de estrutura e capacitação oferecidos pelo parque. O plantão de dúvidas acontece nos dias 12 e 13, das 10h às 20h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário