GOVERNO RN

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Prisão de Lula muda atendimento ao público na Polícia Federal, em Curitiba


As pessoas que têm horário agendado na Polícia Federal, em Curitiba, estão entrando em grupos a cada dez minutos. Este procedimento foi adotado nesta segunda-feira (9), primeiro dia útil depois da prisão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Apenas quem tem horário agendado ou que comprovadamente vai utilizar um dos serviços prestados PF é autorizado a passar pelo bloqueio montado no entorno da Superintendência da PF pela Polícia Militar (PM).

A situação seguirá desse jeito por tempo indeterminado, assim como o bloqueio. O policiamento na região foi reforçado.

Desde a noite de sábado (7), com a prisão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva da Silva (PT), policiais militares fecharam ruas próximas à Superintendência da Polícia Federal, que fica no bairro Santa Cândida.

Policiais militares e agentes da Polícia Federal fazem triagem do público que deverá apresentar documento de identificação e protocolo de atendimento, conforme informou a PF.

A orientação da Polícia Federal é para que as pessoas não procurem a corporação, nos próximos dias, caso necessitem apenas de uma informação.

Desde a noite de sábado (7), com a prisão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva da Silva (PT), policiais militares fecharam ruas próximas à Superintendência da Polícia Federal, que fica no bairro Santa Cândida.

Policiais militares e agentes da Polícia Federal fazem triagem do público que deverá apresentar documento de identificação e protocolo de atendimento, conforme informou a PF.

A orientação da Polícia Federal é para que as pessoas não procurem a corporação, nos próximos dias, caso necessitem apenas de uma informação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário