quarta-feira, 27 de junho de 2018

Deputada defende que gás de cozinha no RN seja tabelado


A crise envolvendo a comercialização do gás de cozinha (GLP) no Rio Grande do Norte, voltou à pauta dos deputados na Assembleia Legislativa. Em pronunciamento durante a sessão plenária de terça-feira (26), a deputada Cristiane Dantas (PPL) lamentou a situação e defendeu o tabelamento e congelamento do preço do botijão de gás.

“A população vem sofrendo com a alta de preços no gás de cozinha, situação quem sendo gerada pela redução na produção de petróleo da Refinaria Clara Camarão. Em nome da Associação das Donas de Casa, exigimos o tabelamento e congelamento do gás de cozinha ao valor de R$ 55”, defendeu Cristiane.


A parlamentar fez críticas à gestão do presidente Temer e disse que as medidas do Governo Federal vão na contramão do retrato de desemprego no País e no Estado potiguar. “São 30 milhões de desempregados no Brasil, sendo 200 mil só no RN. Em um mês o gás dobrou de preço, o diesel não baixou e a gasolina acumula seguidos acréscimos. É um governo sem responsabilidade e compromisso com o povo”, concluiu.

Voto de Pesar

Durante o pronunciamento em plenário, a deputada apresentou voto de pesar pelo falecimento do ex-deputado Francisco Brilhante e prestou solidariedade aos familiares do político.


Nenhum comentário:

Postar um comentário