GOVERNO RN

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Governador vistoria obras do Tarcísio Maia e Hospital da Mulher, em Mossoró



A segunda maior cidade do RN e capital do Oeste potiguar, Mossoró, está ganhando duas grandes obras na área da saúde, executadas pelo Governo do Estado. No sábado (02), o governador Robinson Faria vistoriou os serviços de ampliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Tarcísio Maia e as obras do Hospital da Mulher.

No Tarcísio Maia, o investimento do Governo do Estado é de quase R$ 2,5 milhões na implantação de 20 novos leitos de UTI. A estrutura física está com 30% dos serviços executados e a previsão de entrega é para outubro deste ano.


"Essa obra beneficia não apenas aos mossoroenses, mas também cerca de 60 municípios da região. Após a entrega de um novo tomógrafo no ano passado para o hospital, continuamos os investimentos por entender que esta é a maior unidade pública de urgência e emergência da região Oeste", destacou Robinson Faria.

De acordo com o secretário de saúde do RN, Pedro Cavalcanti, "os equipamentos e mobiliário já foram licitados e devem ser entregues em até 45 dias".

Hospital da Mulher

Ainda em Mossoró, Robinson Faria acompanhou as obras do Hospital da Mulher, o maior investimento realizado por um governo na área da Saúde no RN. O serviço está na fase de terraplanagem, com 7% do total executado. O projeto está sendo realizado através do programa Governo Cidadão, por meio de empréstimo com o Banco Mundial.

"Estamos investindo quase R$ 100 milhões em uma unidade de saúde que atenderá cerca de 20 mil pessoas por ano, de mais de 60 municípios. É uma importante conquista para Mossoró e Rio Grande do Norte e fico feliz em fazer parte dessa história", disse o governador.

O Hospital da Mulher será referência no atendimento feminino na região Oeste. A unidade terá maternidade, banco de leite, salas cirúrgicas e espaço dedicado ao atendimento às mulheres vítimas de violência. Ao todo, serão 118 leitos.

"Será uma unidade com conceito humanizado, equipamentos modernos e tecnologia de última geração. O hospital é fundamental para atender a demanda da região e evitar a sobrecarga nas unidades de Natal", ressaltou o coordenador do programa Governo Cidadão, Vagner Araújo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário