sábado, 16 de junho de 2018

Mossoró terá força tarefa da Polícia Civil para esclarecer crimes antigos



O delegado José Cleiton Pinho, coordenador de Operações da Secretaria  Estadual de Segurança e Defesa Social, disse que está sendo criado uma "força tarefa" para investigar crimes contra a vida que ocorreram a partir de 2012, em Mossoró-RN.

O número de Condutas Violentas Letais e Intencionais (CVLIs) neste período de 2013 a 2017, se aproxima de mil. Muitos destes casos não estão sendo investigados por falta de delegados, agentes e principalmente suporte pericial de apoio.


A sugestão para o Governo do Estado, através da SESED, investir numa força tarefa para concluir os inquéritos que investigam estes homicídios já vinha sendo discutida há algum tempo. Agora o delegado Cleiton Pinho confirmou que finalmente vai sair.

Cleiton Pinho está pessoalmente a frente da implantação do projeto Rondas Integradas em Mossoró. É um piloto de segurança da SESED que já está em outras duas cidades, considerando os ótimos resultados que vem apresentando em Mossoró, com redução de homicidios em mais de 50%.

Além disto, o delegado destaca também que houve o investimento do Governo do Estado em Rádios Digitais, que impossibilita que os bandidos copiem a frequencia da policia e se antecipe as ações policiais. Agora, com conversas dos policiais em frequencias criptografadas, é possível surpreender os bandidos e prendê-los.

Foi o que aconteceu na tarde desta quinta-feira, 14. Os agentes da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos conseguiram se articular e prender uma quadrilha no Conjunto Nova Mossoró. Os suspeitos presos estavam com material para arrombar bancos. Dos 5 presos, 3 eram foragidos de Justiça.

Além da força tarefa, que deve entrar em atividade nas próximas semanas, o delegado Cleiton Pinho anuncia também o reforço nos investimentos no setor de inteligência da Policia Civil, que vai aulixar as investigações das delegacias especializadas, como DEFUR, DNARC, Defrautações e a Homicídios.

Mossoró Hoje



Nenhum comentário:

Postar um comentário