quarta-feira, 20 de junho de 2018

PSDB não tomará nenhuma decisão sem ouvir as instâncias do partido na capital e no interior


Desde maio, o presidente estadual do PSDB, deputado Ezequiel Ferreira de Souza dialoga com prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, ex-prefeitos e lideranças que integram o partido. Em julho, o PSDB deve tomar uma posição quanto as coligações para o pleito de 2018. Antes, o partido continua o trabalho de ouvir as bases e as instâncias partidárias.

A prioridade do PSDB é conseguir uma vaga no Senado, hoje através do seu pré-candidato Geraldo Melo e reeleger seu deputado federal Rogério Marinho, ampliando espaços como Sandra Rosado, além de seus representantes na Assembleia Legislativa, hoje com oito cadeiras: Márcia Maia, Larissa Rosado, Gustavo Fernandes, Tomba Farias, Raimundo Fernandes, Gustavo Carvalho, José Dias e Ezequiel Ferreira, este presidente da Assembleia Legislativa. O partido também tem no médico Tiago Almeida, um nome com condições de chegar a Assembleia Legislativa.


Na próxima semana, o PSDB deve fazer uma reunião interna com todos os pré-candidatos do partido ao pleito de 2018. A intenção não é decidir ainda os destinos da sigla, mas de preparar as nominatas e discutir possíveis cenários de fortalecimento em todas as regiões do Rio Grande do Norte. A Executiva Estadual e os Diretórios Municipais, além de comissões provisórias serão ouvidas no momento oportuno de cada instância. O partido analisa também fazer alguns seminários pelo interior e concluir com a convenção estadual, agendada para o início de agosto próximo.

O partido tem a maior bancada na Assembleia Legislativa, além da presidência da Casa, que é do próprio Ezequiel Ferreira. Possui, ainda, 33 prefeitos e vices, 109 vereadores e está presente com diretórios municipais em 150 cidades das 167 do Estado. O partido tem o deputado federal Rogério Marinho que já disse que enxerga em Ezequiel Ferreira um presidente com força, desejo e aptidão para congregar e renovar o partido, em sintonia com o desejo que a sociedade brasileira e potiguar busca e vai exigir.

Política em Foco


Nenhum comentário:

Postar um comentário