sexta-feira, 13 de julho de 2018

Associação dos Oficiais Militares do RN divulga nota e cobra união de Poderes para combater a violência



A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte, em nota oficial nas redes sociais, cobrou a união dos Poderes no combate a violência no Estado potiguar.

Veja a nota na íntegra:

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte (ASSOFME) externa a toda população do Estado potiguar sua grande preocupação com os (des)caminhos da segurança nessa terra. Os papéis se invertem. As ações de segurança se tornam tímidas e grandes proporções ganham são as ações dos bandidos.


Os homens da segurança agora são as principais vítimas dos criminosos. No Rio Grande do Norte 18 dos funcionários públicos da segurança já foram vitimados fatalmente este ano, alcançando a mesma estatística registrada ao longo do ano de 2017.

E se é para observar as contradições: o que dizer do acordo firmado pelo Governo do Estado em janeiro de 2018, pactuando com melhores condições de trabalho para os servidores da segurança pública e, até o momento, muito pouco cumprido.

O cenário da (in)segurança posto hoje no Rio Grande do Norte torna todos os cidadãos vítimas. É preciso ações urgentes e uma união de todos os Poderes, bancada federal e órgãos do Estado do Rio Grande do Norte em prol não de uma gestão, mas do povo do nosso Estado que clama por segurança e hoje chora por aqueles que tiveram suas vidas ceifadas.

A ASSOFME, representando todos os bravos oficiais da Polícia Militar e dos Bombeiros, defende uma união de esforços imediata. Só assim, com a unidade de todos e a execução de ações eficazes na tropa e nos equipamentos por ela usados, poderemos enfrentar verdadeiramente a insegurança.

ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS MILITARES DO RN



Nenhum comentário:

Postar um comentário