segunda-feira, 9 de julho de 2018

Mossoró tem o fim de semana mais sangrento de sua história com oito Assassinatos



Mossoró localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte e segunda maior cidade do estado, viveu o fim de semana o mais violento de sua história com registro de 08 assassinatos de sexta feira (06) até o domingo (08), todos por disparos de arma de fogo.

Os homicídios tiveram início na tarde de sexta feira (06) quando o preso de justiça, Weslley Ewerton da Costa Bezerra de 25 anos de idade, e que segundo a família estava em livramento condicional, foi assassinado com cerca de cinco tiros, na calçada de sua residência localizada na Rua Raimundo Galdino no Bairro Boa Vista.

Ainda na sexta feira, só que na parte da noite, foram registrados mais dois assassinatos, quase que simultâneos, mas em bairros diferentes.


Por volta das 18h30min, o empresário, Leandro Pereira de Holanda, 37 anos, dono da Banda Inala, foi baleado durante uma tentativa de assalto e morreu ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto São Manoel para onde foi socorrido por populares.

Segundo a Polícia Civil, os dois bandidos que atiraram no empresário levaram a carteira dele e por isso o crime está sendo tratado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

Ainda na sexta feira, por volta das 19h30, houve mais um homicídio, desta vez na Bairro Belo Horizonte, onde teve como vítima, Sebastião Barbosa da Silva Neto, 19 anos. Ele estava com o irmão, Francisco  Barbosa de Paiva de 33 anos, e foram perseguidos e baleados por uma dupla de moto. Sebastião não resistiu e morreu na Rua Pedro Gomes de Oliveira enquanto que seu irmão foi socorrido para o Hospital Tarcísio Maia.

Na tarde de sábado (07), por volta das 17h, um duplo homicídio foi registrado no Conjunto Abolição IV. Pai e filho foram assassinados a tiros, por homens ainda não identificados que ocupavam um carro tipo Gol de cor Branca, que segundo a polícia foi roubado na sexta feira à noite.

Francisco Raniele dos Santos, 30 anos, estava no seu Lava-jato com o filho e um funcionário quando os criminosos chegaram e começaram a atirar contra eles que foram baleados no local. O dono do estabelecimento, ainda tentou correr, mas foi atingido com cerca de seis tiros e morreu no meio da rua.

A maioria dos disparos atingiram a cabeça de Francisco Raniele. A Perícia recolheu várias capsulas de pistola no local.

Railson Raniele dos Santos, 15 anos, filho de Raniele, foi alvejado com cerca de sete tiros e ainda chegou a ser socorrido por populares, no carro da família, para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu ao chegar naquela Unidade Hospitalar.

O funcionário do Lava-Jato também foi ferido com três tiros, e socorrido parfa o Hospital e segundo informações passa bem.

Ainda no sábado, por volta das 20h, outro homicídio foi registrado na cidade, desta vez no Bairro Santo Antônio, onde foi vítima o motorista, Vandecley Dantas da Silva, 37 anos. Ele foi alvejado com vários tiros de pistola ponto 40 quando chegava em casa de moto. A vítima ainda foi socorrida para UPA do bairro, mas não resistiu e morreu ao chega naquela Unidade de saúde.

Na manhã de domingo, por volta das 07h, uma adolescente de 16 anos, identificada como Vitoria Filgueira Moreira,  residente na Vila Socorro no Bairro Doze Anos, foi encontrada morta com um tiro transfixante na cabeça.

O corpo foi encontrado por populares que passavam no local às margens da RN 015 sentido Baraúna, na comunidade de Riacho Grande zona rural de Mossoró.

O corpo da jovem foi reconhecido por familiares que compareceram ao ITEP com a documentação dela. depois de necropsiado o corpo foi liberado para sepultamento.

Fechando a matança do fim de semana em Mossoró, um adolescente de 15 anos, morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto São Manoel, depois que foi baleado na Rua Gastão Mariz no Bairro Planalto 13 de Maio (Papôco).

Bruno Natanael Brito da Silva  foi atingido com vários tiros. Segundo Informações criminosos chegaram em um carro e abriram fogo contra umas pessoas que bebiam numa casa naquela localidade. Bruno foi o único atingido pelos disparos e ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Com um fim de semana violento a cidade de Mossoró, passa a contabilizar 138 assassinatgos no ano de 2018. Os crimes  serão investigados pela Delegacia de Homicídios e Delegacia de Furtos e Roubos que vai investigar o latrocínio contra o empresário Leando Pereira.

A Polícia, até o momento não tem informações sobre a motivação dos assassinatos e nenhum suspeito dos crimes foi preso.

Fim da Linha



Nenhum comentário:

Postar um comentário