quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Perdidos na noite


A avidez com que o casal de apresentadores do Jornal Nacional, da Rede Globo, William Bonner e Renata Vasconcelos foram para cima dos presidenciáveis Ciro Gomes (PDT), na última segunda-feira (27) e principalmente Jair Bolsonaro (PSL), na noite de terça-feira (28), dentro da série de entrevistas promovidas pelo jornalístico televisivo nesta semana, com claras pretensões de enquadramento dos "alvos" entrevistados, não se permitira imaginar o efeito reverso em suas testas a ponto de fazê-los balançar em suas cadeiras.

O ponto culminante da entrevista foi o momento em que Bolsonaro, ao ser questionado sobre suas posições sobre o golpe militar de 1964, resolveu tirar da caixola um texto muito bem armazenado, datado de 1984 e de autoria do dono da Rede Globo, Roberto Marinho, em que este exalta o apoio ao processo que mudou, através da força, o nosso regime de governo.

Mesmo com todo o preparo do apresentador e editor do Jornal, William Bonner, e da simpatia e carisma da jornalista Renata Vasconcelos, não foi fácil para ambos manterem o equilíbrio.

Quanto à repercussão, recorremos aos mais tarimbados da grande imprensa que podem jogar ainda mais luz, para que possamos enxergar com nitidez, o quanto a bancada do jornal nacional estava mais para um verdadeiro "Perdidos na Noite".

Confira a entrevista na íntegra





Comentários sobre a entrevista nas redes sociais:

Ricardo Noblat


"Foi o maior comício eletrônico da vida de Bolsonaro. E ele soube aproveitá-lo. Quase deixou Bonner e Renata sem fala. Saiu maior do que entrou."


Gaudêncio Torquato


"Boa noite! Bolsonaro saiu-se muito bem no JN! Melhor que desempenho de Ciro! Fala o que o povão quer ouvir! Mas tem posições muito radicais! Defender o golpe de 64 é barra!! Polêmica aberta!"


Fernando Rodrigues


"Avaliação do @jairbolsonaro no @jornalnacional 1) Foi espontâneo, falou para seu público e tentou assegurar os votos que já tem; 2) repetiu a frase de Roberto Marinho de apoio à ditadura e incomodou a Globo; 3) não perdeu votos (pode ter ganhado alguns).

Silas Malafaia

"Mais uma de Bolsonaro dando uma pancada na Globo usando a fala de Roberto Marinho. Bonner e Renata com cara de paisagem.VALEU BOLSONARO! A Globo não consegui de engolir."


Madeleine Lacksko

"O fenômeno se repete: quando confrontado por quem não fala a língua do povo, @jairbolsonaro nada de braçada. Disse tudo o que fideliza seu público, mais treinado no bate-pronto e, se bobear, ainda ganhou voto. Fora o repeteco da frase do Roberto Marinho… Eleição da Laje 2018.




Nenhum comentário:

Postar um comentário