sábado, 15 de setembro de 2018

InterTV Cabugi concede direito de resposta a Robinson Faria


O Núcleo de Eleições da Rede Globo concedeu direito de resposta na InterTV Cabugi a Robinson Faria (PSD) e abriu espaço neste sábado (15) para o candidato. Isso porque, em entrevista à emissora, Robinson tornou pública a existência de um polêmico áudio em que o líder de uma facção criminosa pede votos para a também candidata Fátima Bezerra.


O marketing da campanha de Fátima banalizou a gravidade do tema, tratou de forma eleitoreira e afirmou que o governador estaria disseminando informações falsas. Entretanto, no telejornal RN TV 1ª deste sábado, a afiliada da Globo ratificou a existência do áudio, assim como o reconhecimento da voz do autor do áudio [Marcelo Henrique da Silva Oliveira, conhecido como Colorau], logo não se tratando de uma ‘fake news’, e divulgou a nota emitida pela assessoria jurídica da Coligação Trabalho e Superação. 

Trecho da nota assinada por Robinson Faria diz que a senadora expôs a Inter TV, já que a emissora foi acionada para veicular nota em reposta à declaração do governador, e também toda a população:

“Ao acusar a campanha de Robinson Faria de quebrar o compromisso assumido com o Ministério Púbico e a Justiça Eleitoral, no sentido de fazer uma campanha limpa e sem mentiras, Fátima tenta, mais uma vez, encobrir a verdade e tirar proveito eleitoral de uma situação que nem ela, nem sua campanha, conheciam de verdade. Fátima expôs a Intertv e a população do Rio Grande do Norte e mostrou que quem efetivamente criou uma fake news foi ela”. 

Nota na íntegra:
EM RESPEITO À VERDADE E À POPULAÇÃO DO RIO GRANDE DO NORTE

A campanha da candidata Fátima Bezerra exigiu à Intertv um direito de resposta a um trecho da entrevista de Robinson concedida a este canal. Na entrevista, Robinson repercutiu o áudio do chefe de uma facção criminosa no qual o bandido declara abertamente voto à senadora. O criminoso em questão cumpre pena de 70 anos de prisão e a senadora Fátima afirma que Robinson usou de expediente escuso para divulgar uma notícia falsa.

Ao acusar Robinson de “mendaz e oportunista”, a senadora tentou, sem o real conhecimento dos fatos, criar uma falsa verdade, acusando irresponsavelmente o Governador de ferir a regra democrática das eleições.

O áudio que está circulando nas redes sociais é do bandido conhecido como Colorau. E, no que os bandidos chamam de salve, Colorau recomenda sim que membros da facção votem em Fátima, ao mesmo tempo em que diz que Robinson é um “governador opressor”.

A veracidade do áudio foi confirmada à imprensa pela delegada Sheila Freitas, que já prendeu o bandido por mais de 5 vezes. A farsa inventada pela assessoria da senadora Fátima, então, ruiu.
Robinson recuperou o sistema prisional do Estado, implantando regras de disciplina e controle, instalando bloqueadores de celulares e transformando a prisão de Alcaçuz em um presídio de segurança máxima referência para o sistema prisional brasileiro.

Ao acusar a campanha de Robinson Faria de quebrar o compromisso assumido com o Ministério Púbico e a Justiça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário