quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Projeto cria educação bilíngue para surdos em Mossoró


O plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou na terça-feira (18), por unanimidade, o Projeto de Lei 180/17, que institui Escolas da Rede Municipal de Educação Bilíngue para Surdos (EEBS). Com aprovação, o projeto segue para sanção do Executivo.

A proposta bilíngue visa a assegurar o acesso dos surdos às duas línguas no contexto escolar, isto é, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) deve ser introduzida como primeira língua e o Português, como a segunda.


“A exposição à Libras, desde o início da vida das crianças surdas, garante a elas o direito a uma língua de fato e natural, adquirida em contato com pessoas que a usam, e a língua nas modalidades oral e escrita, adquirida de forma sistematizada”, diz o autor da proposta, Vereador Petras (DEM).

Sendo a Libras a primeira língua dos surdos nas escolas, conforme o projeto, essas pessoas têm o direito de ser ensinadas em Língua de Sinais. “Isso significa educação inclusiva, porque a pessoa surda não pode aprender os conteúdos ensinados na escola porque ele, simplesmente, não ouve a língua que o circunda na escola e na sociedade ouvinte”, observa.





Nenhum comentário:

Postar um comentário