quarta-feira, 12 de setembro de 2018

PT indica Haddad no lugar de Lula na disputa presidencial


A Executiva Nacional do PT confirmou, no começo da tarde de terça-feira (11) em Curitiba, o nome de Fernando Haddad, ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo, em substituição ao do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa pela Presidência este ano. Lula está detido na Superintendência da Polícia Federal, na capital paranaense, desde abril, após condenação em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex de Guarujá (SP). O ex-presidente teve o registro de candidatura indeferido no início do mês pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


A substituição foi definida por unanimidade em reunião da cúpula do partido. O deputado José Guimarães (PT-CE), que participou do encontro, afirmou que a ex-deputada federal Manuela d'Ávila (PCdoB) será confirmada como vice na chapa de Haddad. Manuela desistiu de se candidatar à Presidência após decisão do seu partido de apoiar o PT.

O TSE determinou que o PT deveria anunciar até o dia 11 a substituição do nome de Lula na chapa presidencial, sob risco de o partido não poder lançar candidatura ao Palácio do Planalto.


Depois de oficializada a substituição, foi lida uma carta redigida por Lula para "o povo brasileiro". Nela, o ex-presidente afirmou que apoia a indicação de Haddad à Presidência da República e que ele o representa.

O líder petista pediu que a população apoie o PT e Haddad à frente da chapa.

Agência Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário